Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

terça-feira, 17 de setembro de 2013

A PROMESSA DE UM NOVO DIA: MEDITAÇÕES PARA O COTIDIANO Dia 17 de Setembro

A PROMESSA DE UM NOVO DIA: MEDITAÇÕES PARA O COTIDIANO Dia 17 de Setembro AUTORAS: KAREN CASEY & MARTHA VANCEBURG EDITORA: BEST SELLER/CIRCULO DO LIVRO ANO: 2000 “As coisas estão na vida. E são elas que cavalgam a humanidade” – Ralph Waldo Emerson “Alguns compram “brinquedos” caros por impulsos e logo se cansam deles. Em seguida, sentem-se desanimados e idiotas porque se deixaram levar por um desejo comezinho. Para aplacarem seu sofrimento, compram novos brinquedos – e assim por diante. Cada novo objeto que adquirimos traz consigo novas responsabilidades, como o pagamento de prestações, manutenção, procura de apólices de seguro etc. Podemos ficar assoberbados com prazos e impostos, e então começamos a sonhar com “nos afastar de tudo”. Somos nós que escolhemos tudo o que existe em nossa vida. Por isso, se quisermos, poderemos escolher passar sem tantas coisas. Quando nos sentimos sufocados pelas nossas posses e obrigações, é bom clarearmos a mente e pensarmos no que realmente queremos. Muitos só passam a pensar conscientemente no que possuem de valor quando eles se tornam uma fonte de sofrimento. Seremos mais generosos com nós mesmos se estivermos plenamente conscientes de nossos valores ao fazermos as escolhas de nossa vida. Estamos escolhendo coisas como um atalho para a felicidade – ou como substitutos para ela? Se sentimos um vazio que há muito estamos tentando preencher com coisas, é melhor cuidarmos logo do nosso espírito. Que eu aprenda a confiar em mim mesmo; então sei que gostarei do que faço”. p.277

Nenhum comentário: