Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

segunda-feira, 31 de maio de 2010

A GLÂNDULA TIMO E AS TÉCNICAS DE CURA DA MEDICINA HOLÍSTICA TRADICIONAL (PARTE I)


Desde 1988 venho me questionando sobre a relação entre o Amor metafísico (que vivenciei uma única - e inesquecível! - vez) e o Amor físico (que experimentei centenas de vezes!). E já se passaram mais de 20 anos da minha experiência mística e holística com o Amor Cósmico e de lá para cá sempre me indaguei sobre aquele fenômeno maravilhoso e misterioso que se manifestou no centro do meu peito em 1988. Eu sabia desde o primeiro dia da experiência que tive, que havia pelo menos dois planos de experiência/vivência acontecendo simultaneamente: o físico e o metafísico. E que o plano metafísico (dos chacras) era a raiz da energia humana – o nosso lado transcendente. E o plano físico era o meio, o caminho de realização física e material – o nosso lado imanente. Mas, o que me intrigava era saber qual parte do plano físico estava de fato ligado ao plano metafísico do chacra cardíaco. Hoje, após todos esses longos anos de incertezas e questionamentos tenho que admitir que a resposta está nas glândulas, principalmente a glândula TIMO. Ela tem um papel vital no processo de regulação do humor; no processo imunológico e; no processo de refinamento das emoções entre tantas outras funções.

Gostaria de sugerir um desafio acadêmico aos médicos e pesquisadores em geral que possuem mentes abertas: pesquisem a relação entre a glândula timo, o chacra cardíaco e o sistema imunológico. Acredito que nessa relação estão as respostas para várias doenças tais como a AIDs, o Câncer, etc. Essa hipótese está baseada numa vivência mística que tive em 1988. Eu vivenciei em meu peito o fenômeno da interligação dos planos energéticos sutil (dos chacras) e concreto (glândulas timo, pineal e outras). Assim, parto de uma experiência íntima para a formulação de uma hipótese e não o caminho contrário (da hipótese para o teste ou experiência) que é muito comum nos processos de pesquisa científica. Sugiro aos médicos e todas as pessoas (pesquisadoras ou não) ligadas às áreas de saúde que estudem o conteúdo do livro MEDICINA VIBRACIONAL: A MEDICINA DO FUTURO do médico-pesquisador Dr. Richard Gerber. Nesse livro vocês encontrarão subsídios técnicos e científicos para buscarem uma conexão entre a TIMO, o CHACRA e o SISTEMA IMUNOLÓGICO.


A ciência precisa alargar seus horizontes como já vem fazendo muito bem nos campos de conhecimento da genética, física quântica e a astrofísica. Mas, mesmo assim precisamos urgentemente de hipóteses metafísicas para descortinarmos um mundo de fenômenos sutis responsáveis por boa parte das doenças crônicas. Sinto intuitivamente que quando os cientistas decidirem testar a hipótese da causalidade descendente (do plano metafísico para o plano físico, ou do plano qualitativo para o plano quantitativo) daremos um passo gigantesco fenomenal para explicarmos uma série de doenças de origem ainda desconhecida. A ciência moderna ainda não sabe penetrar no mundo essencial qualitativo das energias sutis das emoções humanas. Essa crítica foi realizada em minha monografia de dissertação de mestrado defendida em 1992 na COPPE/UFRJ. Em outras palavras, as energias descobertas pela ciência ainda são insuficientes para identificarem um conjunto de fenômenos causadores de anomalias no campo energético do sistema complexo e multidimensional da consciência e das transformações que ocorrem na relação entre psique e corpo físico.

Uma coisa eu descobri e constatei em minhas experiências íntimas (vivências): a forma como vemos um objeto (seja ele físico ou metafísico) afeta o objeto observado (essa tese é também uma afirmativa da física quântica moderna). Isso implica dizer que o universo guarda segredos no próprio modo e ato de se observar um fato ou fenômeno. Ou seja, não existe neutralidade no campo científico e nem no campo do senso comum. O tempo todo estamos afetando o mundo e somos afetados pelos outros a nossa volta. Existe uma fronteira invisível entre o que nos é desconhecido e o que já é conhecido. A transição de um lado para o outro acontece em planos da percepção em que estamos agindo ou construindo – de um modo geral estamos inconscientes na ocasião da transição. As doenças, enquanto fenômenos naturais são também criadas pela forma como nos conduzimos na relação que temos com as multidimensionalidades das energias que circulam entre o homem e a natureza. Somos seres extremamentes sensíveis, plurais e abertos para o cosmos. Nesse contexto, todos os fenômenos nos afetam (direta ou indiretamente) sem que tenhamos sensibilidade para vermos as suas origens no nascimento deles. Por exemplo, as explosões solares (muito comuns na superfície do sol) afetam os sistemas de radar dos pássaros, baleias, seres humanos, celulares, satélites etc.

Então a nossa realidade nos guarda o maior mistério que é a essência ou qualidade dos fenômenos. O essencial é invisível porque não se mede quantitativamente. As doenças são visíveis pelos seus efeitos, o princípio delas é desconhecido na sua origem. Nesse sentido, precisamos adotar uma nova abordagem científica que seja compatível com o objeto ou fenômeno observado. Pois, só vemos o que nos é compatível com o nosso nível de consciência. O comum é o centro da curva normal (na área da estatística), os extremos são incompreensíveis e invisíveis para o nosso olhar viciado.

Eu vou revelar aqui uma descoberta que fiz em 1988: o que chamamos de impressões digitais são na verdade centros de energia (chacras (ou chakras) menores), verdadeiros receptores ou antenas captadoras de energias sutis cósmicas. Pergunto, então: quantos dos meus leitores alcançarão essa verdade vivenciada por mim em 1988?




O Amor tão falado por Jesus Cristo está situado no centro do peito e tem uma relação direta com a glândula TIMO. Por isso, que alguns autores e pesquisadores afirmam que a falta de amor no mundo é a maior desgraça que afeta a paz e a saúde humana em todos os tempos. Ou seja, quando esse chacra principal não está funcionando bem a glândula timo também não está em sua potencialidade nos resguardando na sua relação com o sistema imunológico. E ai ficamos vulneráveis - sem defesa!

Bernardo Melgaço da Silva
Prof. e Pesquisador do Núcleo de Estudos Sobre Ciência, Espiritualidade e Filosofia – NECEF/URCA (Universidade Regional do Cariri)

HTTP://bernardomelgaco.blogspot.com

Pensamento para o Dia 31/05/2010




“As necessidades egoístas da pessoa devem ser sacrificadas. Deve haver esforço constante para fazer o bem aos outros. O desejo de uma pessoa deve ser estabelecer a prosperidade no mundo. Com tais sentimentos no coração, deve-se meditar no Senhor. Esse é o caminho correto. Se os grandes homens e as autoridades estiverem, assim, empenhados no serviço à humanidade e na promoção do bem-estar do mundo, os ladrões da paixão, ódio, orgulho, ciúme, inveja e vaidade não invadirão as mentes das pessoas comuns; valores como Ação Correta, Compaixão, Verdade, Amor, Conhecimento e Sabedoria estarão seguros contra danos. Os seis inimigos internos chamados Arishadvarga só podem ser arrancados pelos ensinamentos de grandes almas, pelo amor de Deus, pelo conhecimento do Senhor e pela companhia dos santos e dos grandes.”

Sathya Sai Baba

domingo, 30 de maio de 2010

SAÚDE MENTAL – por Martha Medeiros



IMAGEM RECEBIDA PELA INTERNET

(Texto retirado da Revista O Globo – 30 de maio de 2010)

“Acabo de saber da existência de um filósofo grego chamado Alcméon, que viveu no século VI a.C., e que, certa vez, disse que saúde é o equilíbrio de forças contraditórias.

O psicanalista Paulo Sergio Guedes, nosso contemporâneo, reforça a mesma teoria em seu novo livro (“A Paixão, Caminhos & Descaminhos”, em que ele discute os fundamentos da psicanálise). “A saúde constitui sempre um estado de equilíbrio instável de forças, enquanto a doença traz em si a ilusória sensação de estabilidade e permanência”.

Não sei se entendi direito, mas me pareceu coerente. O sujeito de boa cuca não é aquele que pensa de forma militarizada. Não é o que nunca se contradiz. Não é o cara regido apenas pela lógica e que se agarra firmemente em suas verdades imutáveis. Esse, claro é o doente.

Do nascimento à morte, há uma longa estrada a ser percorrida. Para atravessá-la, recebemos uma certa munição no reduto familiar, mas nem sempre é a munição que precisávamos: em vez nos darem conhecimento, nos deram regras rígidas. Em vez de nos ofertarem arte, nos deram apenas futebol e novela. Em vez de nos estimularem a reverenciar a paixão e o encantamento, nos adestraram para ter medo. E lá vamos nós, vestidos com essa camisa de força emocional, encarar os dias em total estado de insegurança, desprotegidos para uma guerra que começa já dentro da própria cabeça.

Armados até os dentes contra qualquer instabilidade, como gozar a vida?

A paz que tanto procuramos não está na previsibilidade e na constância, e sim no reconhecimento de que ambas inexistem: nada é previsível nem constante. E isso enlouquece a maioria das pessoas. Quer dizer que não temos poder nenhum? Pois, é nenhum.

É um choque. Mas o segredo está em acostumar-se com a idéia. Só então é que se consegue relaxar e se divertir.

Ou seja, a pessoa de mente saudável é aquela que, sabedora da sua impotência contra as adversidades, não as camufla, e sim as enfrenta, assume a dor que sente, sofre e se reconstrói, e assim ganha experiência para novos embates, sentindo-se protegido apenas pela consciência que tem de si mesmo e do que a cerca – o universo todo, incerto e mágico.

Acho que é isso. Espero que seja isso, pois me parece perfeitamente curável, basta a coragem de se desarmar. O sujeito com a mente confusa é um cara assustado, que se algemou em suas próprias convicções e tenta, sem sucesso, se equilibrar em um pensamento único, sem se movimentar.

Já o sadio baila sobre o precipício.

E-mail: martha.medeiros@oglobo.com.br” (p.30)

Pensamento para o Dia 30/05/2010




“As pessoas atualmente se tornaram mais violentas e cruéis que nunca. Elas utilizam a sua inteligência e habilidades para se entregarem à crueldade. As pessoas apreciam e deleitam-se em infligir dor aos outros de um modo tão amplo que a história revela que aproximadamente 15 mil guerras foram travadas nos últimos 5.500 anos. A guerra atômica iminente ameaça destruir toda a raça humana. Qual é exatamente a causa de toda essa ansiedade e medo? É claro que a fera no ser humano ainda é predominante e ainda não foi superada. Só quando isso for alcançado o nosso país pode alcançar a paz e contentamento.”

Sathya Sai Baba

sábado, 29 de maio de 2010

O CHÃO DA GALINHA OU O CÉU DA ÁGUIA: CADA UM DECIDE O QUE SABER-FAZER-TRANSCENDER EM SI MESMO!




IMAGEM RECEBIDA PELA INTERNET - A GALÁXIA DO CHAPÉU, OU A M 104. FICA À DISTÂNCIA DE UNS 28 MILHÔES DE ANOS-LUZ

Creio que no mundo em que vivemos onde as exigências da vida material nos obriga a fixarmos nossas atenções e focarmos nossas energias na construção de um mundo cada vez mais individualista e materialista, nos sobra muito pouco tempo para refletirmos sobre o caminho que estamos realizando de fato. Faz-se necessário, portanto, dedicarmos algum tempo, ou seja, energia e atenção concentrada para outros caminhos alternativos possíveis no sentido de provocarmos uma mudança radical (um novo paradigma) e profunda em nossas convicções e produções de valores humanos.

Já faz alguns anos que o teólogo Leonardo Boff lançou um livro A ÁGUIA E A GALINHA onde procurou mostrar a vida limitada e condicionada que a maioria de nós acredita e segue sem perceber as possibilidades de um poder latente e transcendente no seu interior. Segundo esse autor, podemos viver ciscando e jogando terra para trás (que acaba atingindo os olhos do outro irmão – resultado: confusão!) - limitados e presos ao chão da sobrevivência-razão (o modo de ser GALINHA – segundo Boff) ou se libertar desse chão voando na imensidão da existência em direção ao sol da vida-amor pleno e infinito (o modo de ser ÁGUIA - idem).

A decisão de escolha é de cada um. Ninguém muda e conquista nada se sua maneira de ver o mundo e a si mesmo também não sofrerem uma transformação ontológica radical POSITIVA. Mas, para que isso ocorra de fato, o primeiro passo terá que ser dado saindo da inércia e do comodismo psíquico de acreditar que não existe mais nada a se descobrir ou revelar em si mesmo.

Faz-se necessário, romper com a gravidade e o condicionamento energético racional-instintivo que nos força a vivermos como GALINHAS ciscando e pulando de um lado para o outro na luta pela necessidade da sobrevivência de contínuas conquistas unilaterais materiais efêmeras. A transformação de identidade positiva transcendental (de GALINHA para ÁGUIA) não acontece por acaso, mas porque decidimos com vontade realizar a façanha mais espetacular de todos os tempos que é a autosuperação, ou seja, a superação da identidade de si mesmo: quem sou eu de fato? Águia ou galinha?

Ao animal foi dada a condição de viver preso ao seu instinto (no chão), mas ao homem foi “dado” a oportunidade de usar o seu poder interior para transcender (no “céu”) tanto a sua instintividade (animal) quanto a sua racionalidade (humana). Esse poder é um saber e uma perene filosofia e ciência holística. E sem esse saber maior o homem vive preso a sua condição que é a produção ou replicação de conhecimento inferior, até que movido pelo impulso da força forte interior do Espírito ele se supere para poder-saber-viver uma nova e inédita vida de realização cósmica superior universal. Em outras palavras, não existe conquista maior sem o mérito da persistência na disciplina interior de saber-fazer-transcender (ou saber-agir de forma ascética – práxis) que os hindus denominam de SADHANA. Jesus Cristo foi um mestre dessa ciência maior espiritual. Sai Baba atualmente, na índia, segue essa mesma corrente de sabedoria interior, universal e perene.

Bernardo Melgaço da Silva

Prof. e Pesquisador do Núcleo de Estudos Sobre Ciência, Espiritualidade e Filosofia – NECEF/URCA

Pensamento para o Dia 29/05/2010




Pensamento para o Dia 29/05/2010

“Para o fogo aumentar ou diminuir, o combustível é a única causa. Quanto mais combustível, mais brilhante será a luminosidade. O fogo tem o poder de produzir luz por sua própria natureza. Do mesmo modo, no fogo do intelecto do aspirante espiritual, o combustível que produz renúncia, tranquilidade, verdade, bondade, paciência e serviço altruísta tem que ser constantemente alimentado de modo que a luz da sabedoria seja produzida. Quanto mais "combustível" for colocado, mais eficaz e refulgente os praticantes espirituais se tornarão. Apenas as árvores que crescem em solo fértil podem render uma boa colheita. As árvores que crescem em solos salinos terão apenas um rendimento ruim. Assim também, é só nos corações que são imaculados que sentimentos santos, poder divino e dádivas brilham em esplendor.”

Sathya Sai Baba



---------------------------------

“Por razões políticas ou outras, algumas pessoas são presas e mantidas em detenção a fim de preservar a lei e a ordem do país. Elas são mantidas confinadas em grandes bangalôs e recebem um tratamento especial por ser próprio de seu status e são fornecidas refeições, bem como artigos de luxo compatíveis com sua classe de vida social e política. No entanto, em torno do bangalô e no jardim, sempre haverá policiais de guarda. Qualquer que seja o padrão de vida desfrutado pelo prisioneiro, ele não é um homem livre. Assim também, uma pessoa confinada na ‘prisão’ do mundo não deve se sentir eufórica sobre o conforto sensual de que pode desfrutar. Ela não deve se sentir orgulhosa por seus amigos e parentes ao redor, mas deve reconhecer e ter em mente que está na prisão.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 27/05/2010




“Cada pessoa deve levar sua vida de modo que não cause nenhuma dor a qualquer ser vivo. Esse é o dever supremo. Além disso, é dever de todo aquele que teve a chance deste nascimento humano de poupar uma parte das suas energias ocasionalmente para oração e repetição do nome do Senhor. É preciso dedicar-se a uma vida de verdade, retidão, paz e boas obras a serviço dos outros. É preciso ter medo de fazer atos que sejam prejudiciais a outras pessoas ou ações que causem pecado, assim como se tem medo de tocar fogo ou perturbar a cobra. Deve-se ter muito apego e firmeza na execução de boas obras, em fazer os outros felizes e adorar ao Senhor, do mesmo modo como agora se tem para acumular ouro e riquezas. Essa é a ação correta (Dharma) de cada ser humano.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 26/05/2010




“Todos no mundo desejam a vitória. Ninguém deseja a derrota. Todos anseiam por riqueza, ninguém almeja pela pobreza. Mas como se pode alcançar vitória e riqueza? Não há necessidade de submeter-se ao tríplice esforço — físico, mental, intelectual — para alcançar a vitória. Nem é necessário ficar perturbado, ansioso ou consumir-se por causa da riqueza e da prosperidade. Refugie-se no Senhor. Maneje o arco da coragem mantendo seu coração puro. Isso é o bastante. Vitória e riqueza serão suas. Quando estiver buscando vitória e riqueza, lembre-se de que eles são como sua sombra, não são coisas reais em si mesmos. Você não pode alcançar sua sombra, mesmo se a perseguir por um milhão de anos.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 25 de maio de 2010

ASSIM SE ALGUÉM TE PERGUNTAR QUEM EU SOU...

IMAGEM RCEBIDA PELA INTERNET


Quem Eu Sou
- Diga que Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida.

Qual é o Meu Propósito
- Diga que o meu propósito é a Evolução do Puro Amor.

Qual é a Minha Luz
- Diga que a Minha Luz é o universo da Minha Criação.

Qual é a minha Verdade
- Diga que a Minha Verdade é a Ciência e/ou Religação da Consciência Cósmica em Si Mesmo.

O que Faço
- Diga que Eu Crio a vida, os pássaros, os homens, os animais, as plantas, o canto do rouxinol e o perfume da flor.

De Onde Eu Vim
- Diga que Vim da Eternidade de Mim Mesmo: Eu não tenho início e nem fim.

Porque Existo
- Diga que a razão da Minha Existência é a própria transcendência e ascensão de tudo em todos.

Qual é a Minha Face.
- Diga que a Minha Face é a Beleza Eterna da Luz Imortal.

Aonde Moro
- Diga que Moro na mansão dos justos, dos simples, dos fraternos, dos caridosos, dos sinceros, e das virtudes humanas.

Qual é a Minha Vontade
- Diga que a Minha Vontade é o Bem, a Paz, o Equilíbrio, a Verdade, a Bondade e a Felicidade.

Como chegar ao Meu Misterioso Reino
- Diga que os marcos do Caminho são Meus Mandamentos Éticos: Não matarás, não enganarás e não cobiçarás a deus-Mamon.

Como Fazer para Me Amar
- Diga para buscar o Encantamento existencial na Empatia e Sintonia primeiro com o Outro - interiormente - em si mesmo.

Como Fazer para Me Servir
- Diga que a cooperação pura desinteressada é a primeira disciplina e o primeiro passo para o Sacro-Ofício Sagrado.

Como Fazer para Me Ver
- Diga que Eu Sou o Verbo Luminoso e portanto para Me Ver e Me ouvir faz-se necessário uma sensibilidade própria muito especial..

Como Fazer para Me Entender
- Diga que a Minha Verdade está entre os Homens de Sensibilidade e Sabedoria: os Verdadeiros Mestres ou Mensageiros.

Como Fazer para distinguir os Meus Mensageiros Sagrados
- Diga para usar a prudência e sensibilidade e ver neles a conduta de seus mandamentos: "separando o joio do trigo".

Qual é a Minha Ciência
- Diga para Orar e Vigiar em Si Mesmo - olhando para Mim - com freqüência, devoção, humildade e perdão.
Como viver nesse Mundo Humano
- Diga para não se iludir com os próprios pensamentos evitando cristalizar o ontem e o amanhã na própria história pessoal.

Onde Estou
- Diga que Estou no princípio de tudo: da energia que te move e na consciência que te esclarece.

Qual é o Meu Verdadeiro Nome
- Diga que o Meu Nome é uma multidimensionalidade de significados, mas podem Me chamar de DEUS-AMOR DE PURA SENSIBILIDADE.

A ENERGIA CRIADORA DO AMOR CÓSMICO




NEBULOSA TRÍFIDA 9000 ANOS-LUZ





Bernardo Melgaço da Silva



Ainda que eu tentasse falar a língua dos sábios.

Ainda que eu tentasse falar a língua dos profetas.

Ainda que eu tentasse falar a língua dos santos.

Ainda que eu tentasse falar a língua dos místicos.

Ainda que eu tentasse falar a língua mais perfeita inventada pela ciência dos homens.

Mesmo assim.

Pobre de mim!

Eu estaria limitado.

Preso.

Amarrado.

Amordaçado.

Impossibilitado.

De falar a gloriosa língua de Deus.



Ainda que eu ganhasse um mundo de dinheiro.

E com ele comprasse o mundo inteiro.

Ainda que eu andasse no meio da nobreza.

E dela me servisse para corromper a alma da humana natureza.

Mesmo assim.

Pobre de mim!

Eu estaria limitado.

Iludido.

Cego.

Impedido.

De conhecer a beleza do imenso poder de Deus.



Ainda que eu viajasse numa nave para lá de cima mapear a terra.

Ainda que eu olhasse pelas lentes de um satélite de precisão.

Ainda que eu conhecesse cada pedaço desse chão.

Ainda que eu juntasse todo conhecimento produzido pela razão.

Mesmo assim.

Pobre de mim!

Eu estaria limitado.

Desinformado.

Perdido.

Sem visão.

Para localizar o maravilhoso Reino de Deus.





Ainda que eu conhecesse o mais sensual beijo da mulher menina.

Ainda que minhas nuas pernas tocassem outras suaves femininas.

Ainda que meu corpo abraçando a bela mulher gemesse carente de paixão.

Ainda que minha alma encontrasse a alma gêmea numa outra encarnação.

Mesmo assim.

Pobre de mim!

Eu estaria limitado.

Carente.

Vazio.

Ignorante.

Na minha pequena visão do Amor de Deus.



Ainda que eu sonhasse o sonho dos poetas.

Ainda que eu intuísse a visão dos profetas.

Ainda que eu imaginasse a imaginação dos gênios.

Ainda que eu sobrevivesse junto com a história durante milênios.

Mesmo assim.

Pobre de mim!

Eu estaria limitado.

Desatualizado.

Incapacitado.

Desqualificado.

Para transcender na eternidade do Paraíso de Deus



Pois, onde vive Deus o Amor é Único.

É um estado da Consciência sem comparação.

É o Poder Criador em puro Estado de Amor e encantamento de SUA Criação.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 24/05/2010


“A fé é muito importante. Quando luxúria, ira e outras más qualidades diminuírem e desaparecerem, a fé no Ser Eterno e na retidão da investigação espiritual crescerá e será confirmada. Desapego é o fundamento para a realização do Absoluto Universal. Mesmo para uma pequena estrutura, o alicerce deve ser estável e forte, ou ela desmorona muito em breve. Para fazer uma guirlanda precisamos de um barbante, uma agulha e flores, não é? Do mesmo modo, quando a sabedoria (Jnana) for conquistada, a linha de devoção, a agulha de desapego e as flores do foco constante, unidirecionado são essenciais.”

A CRIAÇÃO CÓSMICA DA FORÇA FORTE AGINDO NO UNIVERSO MACRO - LINDO DEMAIS!

IMAGENS RECEBIDAS PELA INTERNET



M57: NEBULOSA DO ANEL





AURORA BOREAL

domingo, 23 de maio de 2010

A NATUREZA DA CONSCIÊNCIA HUMANA: AS “FORMAS DISSOCIADAS DE PENSAMENTO” NA AURA (TEXTO DEDICADO ÀS “MENINAS” DO BELO E DEMOCRÁTICO CARIRICATURAS)




Assim como existe a fronteira entre a ignorância e o conhecimento também existe a fronteira entre o conhecimento e o autoconhecimento. Pode o ignorante compreender o universo de um cientista e intelectual? Da mesma forma, pode um intelectual compreender o universo do santo e místico? Certamente não. As fronteiras que delimitam estes universos, separam realidades distintas, ainda que os ignorantes, cientistas e santos estejam aparentemente no mesmo "plano de existência". A fronteira que delimita o ignorante do cientista chamaremos de CONHECIMENTO, e a fronteira que delimita o cientista do santo chamaremos de SENSIBILIDADE.



A realidade não é somente aquilo que percebemos. Aquilo que não percebemos não deixa, apenas por esta razão, de existir. Assim, o cientista não percebe diretamente o elétron, apenas indiretamente, por seus efeitos, o que não o impede de afirmar-lhe a existência. O que percebemos está inserido dentro de uma faixa ou cone de percepção. A medida que aumentamos a sensibilidade do cone de percepção novas sinalizações de fenômenos são captadas do mundo "irreal".



Mas será que podemos compreender algo sem que, para tanto, tenhamos que empregar esforço mental ou emocional? Acredito que não, pelo menos para o nível "normal" de consciência humana.



Podemos afinal efetivamente estudar o ser humano, ou mais precisamente, a consciência humana? A resposta positiva para essa pergunta tem por obstáculo fundamental o fato de se tratar de um estudo em que o "objeto" é ao mesmo tempo sujeito. Como pode um observador caracterizar um "objeto" se elementos como orgulho, pretensão, ansiedade, tensão, carência afetiva, auto-afirmação, insegurança, falta de confiança no outro ou em si mesmo,etc.- afetam a observação e interferem no "objeto" estudado?

(o texto acima foi retirado do cap. 3 da minha dissertação de mestrado defendida em 1992 na COPPE/UFRJ).



---------------------------------------------

(o texto abaixo foi retirado do livro MÃOS DE LUZ de BARBARA ANN BRENNAN, ED. PENSAMENTO, p.146)

“No correr dos meus anos de prática energética, tenho observado um fenômeno ao qual dou o nome de espaços móveis da realidade. Esses “espaços” me parecem semelhantes aos descritos no estudo de topografia, onde determinado “grupo” ou “domínio” contém uma série de características que definem as operações matemáticas possíveis naquele domínio. Em termos de psicodinâmica, existem “espaços da realidade” ou “sistema de crenças”, que contém grupos de formas de pensamento associados a concepções válidas e a concepções errôneas da realidade. Cada forma de pensamento contém suas próprias definições da realidade, como por exemplo: todos os homens são cruéis; o amor é fraco; ter tudo sobre controle é seguro e forte. Deduzo das minhas experiências que as pessoas, quando se movem na sua experiência diária, também se movem por diferentes “espaços” ou níveis de realidade, definidos pelos grupos de formas de pensamento. O mundo é experimentado de maneira diferente em cada grupo ou espaço da realidade.



As formas de pensamento são realidades energéticas, observáveis, que irradiam cores de vária intensidade. Sua intensidade e sua definição de forma decorrem da energia ou da importância que a pessoa lhes deu . As formas de pensamento são criadas e mantidas pelos seus donos por intermédio dos pensamentos habituais. Quanto mais definidos e claros forem os pensamentos, tanto mais definida será a forma. A natureza e a força das emoções associadas aos pensamentos dão à forma sua cor, sua intensidade e seu poder. Esses pensamentos podem ou não ser conscientes. Uma forma de pensamento se constrói a partir da constante ruminação de um temor como este, por exemplo: “Ele vai me deixar”. O criador da forma de pensamento agirá como se aquilo fosse acontecer. O campo de energia da forma de pensamento influirá de modo negativo no campo da pessoa a que ele se refere. Terá provavelmente o efeito de empurrar a pessoa para longe. Quanto mais força se der a essa influência negativa, enchendo-a de energia, consciente ou inconscientemente, tanto mais eficaz será ela no criar o resultado temido. Tais formas de pensamento, por via de regra, tanto fazem parte da personalidade que o indivíduo nem sequer se dá conta delas. Começam a formar-se na infância e baseiam-se num raciocínio de criança, quando são integradas à intensidade. São como um excesso da bagagem que a pessoa leva dentro de si, sem reparar ao seu efeito, que é muito grande. Essas formas de pensamento conglomeradas ou sistemas de crenças atraem muitos “efeitos” na realidade externa da pessoa.



Como essas formas não estão profundamente sepultadas no inconsciente, mas se encontram na borda da consciência, podem ser superadas por métodos como o trabalho de corpo do núcleo energético, jogos de associação de palavras e meditação.”



------------------------

COMENTÁRIO: Como podemos observar nos dois textos acima, a natureza da consciência depende fundamentalmente de uma ação disciplinada voltada para a própria consciência do observador. O fato real e a fantasia se misturam na consciência de um observador incauto ou desatento consigo mesmo. O pensamento, a palavra e a ação construtiva dependem de uma disciplina interior para visualização entre o que de fato é verdadeiro e o que é forma-pensamento (picuinha, devaneio, fantasia, projeção, julgamento desprovido de base filosófica, ou seja, retórica ou argumento falso etc.).



Nesse sentido, todo cuidado é pouco. E não devemos nos sentir ofendidos por causa de indivíduos que só enxergam os defeitos alheios e nada enxergam a respeito de si mesmos. A famosa frase: “não queira ver o cisco no olho de seu irmão (ã), enquanto na sua existe uma trave” – Jesus Cristo, cai bem nesse contexto. Devemos ter uma atitude holística, multidimensional e plural para podermos enxergar a grandiosidade do ato de viver em harmonia e assim respeitarmos a diversidade nesse universo de múltiplas e infinitas realizações e criações.



Assisti recentemente um documentário feito pela BBC de Londres sobre a vida dos animais rasteiros e fiadores. É impressionante a diversidade de formatos de teias e técnicas de construção e captura das aranhas. O mesmo poder acontece para o restante dos animais, vegetais e humanos. Por isso, precisamos ser prudentes ao julgar os fatos e as realidades nos diversos mundos que nossas percepções alcançam. A consciência é infinitamente maior e complexa daquela que imaginamos possuir. Não julgueis! O sexo não diferencia nada em termos de consciência entre os seres humanos. O eu, o tu e o nós são uma coisa só - e não possui gênero definido: ELES são O Criador em Ação!

sábado, 22 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 22/05/2010




“Recentemente, ouvir palestras e discursos tornou-se um modismo, uma mania. Quando eles são ouvidos uma vez, as pessoas imaginam que sabem tudo. Não se contente meramente em escutar de conselhos. O que você ouviu deve mais tarde ser contemplado e, assim, impresso na mente depois de vivido e expresso em pensamento, palavra e ação. Só assim pode a Verdade ser um tesouro no coração, só então ela pode fluir através das veias e manifestar-se em todo seu esplendor através de você.”

Sathya Sai Baba



--------------------------

“Se a filosofia védica (Vedanta) é pronunciada como um papagaio, sem qualquer tentativa de colocá-la em prática em sua própria conduta, isso não apenas corresponde a enganar os outros, mas enganar a si mesmo, que é ainda pior. Portanto, você deve ser do modo como você gostaria que os outros fossem. Não é a natureza de um aspirante espiritual (Sadhaka) procurar defeitos nos outros e esconder seus próprios. Se seus defeitos são apontados para você pelos outros, não argumente e tente provar que está certo, e não tenha rancor contra essa pessoa. Avalie internamente como você está errando e corrija seu comportamento. Por outro lado, racionalizar isso para sua própria satisfação ou armar uma vingança contra quem lhe mostrou seus erros — esses certamente não são os traços de um aspirante ou de um devoto (Bhaktha).”

Sathya Sai Baba

A CRIAÇÃO CÓSMICA DA FORÇA FORTE AGINDO NO UNIVERSO MACRO - LINDO DEMAIS!

IMAGENS RECEBIDAS PELA INTERNET



NEBULOSA DO ESQUIMÓ, NGC 2392, SITUADA A 5000 ANOS-LUZ




AURORA BOREAL

quinta-feira, 20 de maio de 2010

AQUIETA-TE E SAI BABA: TU ÉS DEUS – NÓS SOMOS DEUSES DE VERDADE!


Imagine um dia em que todos os homens e mulheres reconhecerem que fazem parte de um Grande Propósito Cósmico, de uma Única Verdade Cósmica e de um Fantástico Projeto Cósmico. Nesse dia, as guerras cessarão, as diferenças religiosas e ideológicas desaparecerão e o ser humano finalmente se perceberá participando de um maravilhoso Processo de Criação Cósmica. E assim nesse dia todos se abraçarão e pedirão perdão pelo passado de injustiças, calúnias, conflitos, vinganças, ofensas e ataques ao outro irmão. Sinto a clareza da minha convicção de que esse dia chegará. E assim nos aquietaremos e unidos pelas consciências esclarecidas de quem somos nós agradeceremos ao Criador e choraremos copiosamente (como eu fiz um dia!) por termos nos iluminado de sabedoria Dele. Então, um novo dia surgirá de evolução amorosa e nunca mais nos desentenderemos porque a intuição Dele agirá em cada um guiando-nos para o caminho da eternidade onde só existe Vida Feliz.

Nesse momento, sentiremos porque foi importante termos primeiro passado pelo que passamos com doenças, sofrimentos, incertezas, angustias e crises psicológicas. As palavras dos homens e mulheres (santos, profetas, filósofos, cientistas, místicos etc.) que haviam compreendido o significado transcendental da existência humana farão sentido e ganharão uma interpretação renovada. Seremos verdadeiramente sábios de fato – incontestável! O conhece-te a ti mesmo deixará de ser uma mera afirmação filosófica e será a nossa base de autoconhecimento e sucesso espiritual. Viveremos o paraíso na Terra. E com certeza alcançaremos a dimensão supra-humana Dele.

O nosso espelho será a nossa própria consciência evoluída! O trabalho ganhará um novo sentido: realização espiritual. E o silêncio interior terá vez e voz em nós. Seremos Uno e nunca mais servidores partidos em políticas, ciências, religiões, classes, raças, nações e cores. A nossa bandeira será o AMOR CÓSMICO! E o significado de sucesso será a felicidade manifestada nos chakras do “coração”. E saberemos com certeza a Origem do Universo e o Princípio da Vida. E todas as formas de saber se convergirão para um único ponto: a Sabedoria do Amor!

Acredite se quiser: Todos são Deuses de Verdade – lá no fundo da alma, na fronteira entre a alma humana e o Espírito Divino! Eu sou testemunha desse acontecimento fabuloso. E sejam Felizes e Alegres – repletos de Verdade – para sempre. A Verdade Cósmica liberta e nos nutre com AMOR DELE!
Bernardo Melgaço da Silva

Professor e Pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Ciência, Espiritualidade e Filosofia – NECEF – Departamento de Ciências Sociais – Universidade Regional do Cariri (URCA) - Ceará

Pensamento para o Dia 20/05/2010


“A consciência (Chittha) deve ser primeiro removida do mundo objetivo e direcionada para o interior, em direção à consciência do Ser Eterno, o Atma. As sementes podem germinar rapidamente somente quando plantadas em uma terra bem arada. Do mesmo modo, a semente do Auto-Conhecimento (Vidya Átmico) pode brotar no campo do coração somente se ele passar pelo processo necessário de refinamento (Samskaras).”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A CRIAÇÃO CÓSMICA DA FORÇA FORTE AGINDO NO UNIVERSO MACRO - LINDO DEMAIS!




FOTO RECEBIDA PELA INTERNET

Pensamento para o Dia 19/05/2010


“Toda pessoa está propensa a cometer erros sem se dar conta disso. Por mais brilhante que seja o fogo, alguma fumaça está fadada a emanar dele. Do mesmo modo, em qualquer boa ação que se possa fazer, é provável que nela haja algum traço de mal. No entanto, esforços devem ser feitos para garantir que o mal seja minimizado, de modo que o bem seja maior e o mal seja menor no devido tempo. Você também deve pensar cuidadosamente sobre as conseqüências do que você faz, fala ou executa. Da mesma forma que você quer que os outros o honrem ou se comportem com você, da mesma forma, você primeiro deve assim se comportar com os outros, amá-los e honrá-los. Só então eles o honrarão. Em vez disso, se você não ama e respeita os outros e reclama que eles não o estão tratando corretamente, essa é certamente uma conclusão equivocada.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 18 de maio de 2010

POR QUE OS SERES HUMANOS VACILAM TANTO? A FORÇA FORTE AMOR QUE CONHECI EM 1988



A resposta para essa pergunta requer certas premissas para fundamentar o argumento e a visão do homem e do mundo. Eu tenho a convicção do fundo da minha alma que a causa (minha premissa básica) estão nas forças da natureza. Então, segundo os cientistas modernos, existem pelo menos quatro forças básicas fundamentais (as outras (terremoto, tsunami, tornado, explosão solar etc.) se originam dessas quatro) até o momento presente que são: gravidade, eletromagnética, fraca (interior do núcleo atômico) e a forte (no interior do núcleo atômico). De todas elas a mais espetacular, segundo os físicos quânticos, é a força forte que faz a união ou junção no interior de cada núcleo atômico. Ela é muito superior à gravidade e a eletromagnética. E sem ela nem a gravidade e nem eletromagnética conseguiriam formar uma estrutura compacta dos objetos que conhecemos – o mundo ou realidade simplesmente se desintegraria!

Nesse contexto, todo ser humano é constituído de átomos e, portanto, apresenta em sua natureza (interna e externa) os efeitos dessas forças agindo com o mesmo poder cósmico das estrelas, planetas e galáxias. A realidade micro do átomo não é diferente da realidade macro dos planetas, estrelas e galáxias. As quatro forças da natureza agem de forma complementar entre si buscando um equilíbrio cósmico. A unidade de tudo em todos é a resposta da natureza em seu processo de equilíbrio e re-equilíbrio.

Nesse sentido, quando criamos realidades partidas ou divididas (sem a devida ética greca-cristã e respeito pelos demais) em raças, religiões, ideologias, ciências, classes, crenças, estados, nações, cores etc. estamos em verdade agindo no sentido contrário (e por isso oscilamos ou vacilamos constantemente entre ser e não-ser) anti-holístico das forças fracas, eletromagnéticas, gravitacionais e fortes super poderosas nos mundos interno e externo. Os esforços das multidões desinformadas a respeito das leis que regem os universos micro e macro; homem e natureza; concreto e sutil; interior e exterior etc., acabam forçando o ser humano lutar contra si mesmo no intuito de querer vencer o que é invencível (a integração da força forte), e por isso sofrem e adoecem por causa da força chamada ignorância de si das leis cósmicas.

Assim sendo, podemos resumir dizendo que as leis criadoras do universo estão dentro e fora de nós. E só não vê quem não tem ou não sabe utilizar sua sensibilidade (não confundir com emocionalidade) com inteligência racional e supra-racional (intuitiva).

Em quase todos os dias procuro agradecer (mesmo lutando contra dois canceres) a Deus pelo presente que Ele me deu em 1988: a vivência (experiência interior se manifestando no meu corpo externo também) da força forte chamada AMOR CÓSMICO (no centro do meu peito) num êxtase deslumbrante – incapaz de ser imaginado por qualquer ser humano comum, sem foco em si mesmo!

Por isso mesmo: “Amai-vos uns aos outros”. E não é por acaso que na etimologia da palavra “JUSTIÇA” a expressão ou prefixo “JUS” em sânscrito significa união, junção. Os antigos já sabiam disso, por isso criaram conceitos e significados que nos remetiam ou indicavam a necessidade da vivência da força forte AMOR (p.ex.: Philo-sophia = Philo (gostar, amar) Sophia (conhecimento, sabedoria), Re-Ligare (conectar, juntar, unir) etc.).

Eu sou testemunha (porque vivenciei!) da força forte agindo em meu peito em 1988. Acredite se quiser: o AMOR é a força forte criadora do universo e do homem!

Bernardo Melgaço da Silva

Pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Ciência, Espiritualidade e Filosofia – NECEF/URCA

Pensamento para o Dia 18/05/2010




“O benefício que podemos obter de qualquer coisa é proporcional à fé que nela colocamos. Da adoração às formas de Deus, às peregrinações a lugares santos, proferir hinos (mantras) ou recorrer aos médicos, obteremos benefícios apenas de acordo com a medida de nossa fé. Quando alguém profere um discurso, quanto mais fé tivermos no indivíduo como um estudioso e perito, mais clara e diretamente podemos trazer o assunto até nossos corações e compreendê-lo profundamente. Para o crescimento da fé e da promoção da clara compreensão, o requisito mais importante é a pureza do coração.”

Sathya Sai Baba



--------------------------

“A avareza é como o comportamento de um cão. Ela deve ser transformada. A raiva é o primeiro inimigo de todo aspirante espiritual. E a mentira é ainda mais repugnante! Através da mentira, todos os poderes vitais são destruídos! O furto arruína a vida, ela torna a vida humana mais barata que um salgado. Alimento moderado, sono moderado, amor e firmeza – esses ajudarão na manutenção da saúde do corpo e da mente. Seja você quem for, independentemente da sua condição, se você não der espaço ao medo e ao desânimo, se você se lembrar do Senhor com fé inabalável e sem segundas intenções, todo o sofrimento e tristeza desaparecerão de você!”

Sathya Sai Baba

domingo, 16 de maio de 2010

Muito além dos Abismos

André Ruschi Santa Cruz, Aracruz, Espírito Santo, Brasil, 10 de maio de 2010


ruschi1@terra.com.br Reproduções e traduções autorizadas. Comunique email com a cópia.

Só conhece a corrente do rio e o rio, aquele que por ele navegou, naufragou e a transpôs, podendo assim transitar e conhecer ambas as margens.
Só conhece as ondas do lago e sua força, aquele que viveu e presenciou o grão de areia do fundo mover-se com a força do movimento de gotas de água do lago, que se move silenciosamente através do movimento conjunto de bilhões de gotas de água, empurrando bilhões de grãos de areia.



Só conhece a sabedoria, aquele que sabe que não sabe, e por saber que não sabe, quando erra, aprende com humildade. O que aprendeu é guardado cuidadosamente como algo que não deve ser esquecido. Sua memória, sendo originada na humildade está livre da vaidade e é considerada como Sabedoria para sempre ser lembrada e jamais esquecida, para que seja usada sempre, para que aquele erro jamais seja repetido.

As ameaças à vida produzidas pela ignorância do homem não podem ser confundidas como obra da Divindade.
Quem conhece os abismos e os segredos que eles ocultam?

Quem tem poder sobre os abismos?



Não basta a luz ou o conhecimento simples dos homens para conhecer aquilo que ninguém nunca viu, ou o lugar que ninguém nunca foi.



Para esta sabedoria, seriam necessários meios que não existem e experiências que não foram feitas, com fins e objetivos que não temos como imaginar.



A água dos rios, lagos, fontes, oceanos, originam-se das portas do céu e das fendas dos abismos que vertem também fogo e cinzas.



Os homens que se intitulam Donos do Mundo, arvoram-se de sábios onipotentes com poder até sobre os mais profundos abismos. Como podem ter poder sobre aquilo que não sabem?



Não estariam equivocados?

Não seriam os abismos e seus próprios poderes oriundos das forças das chamas emanadas das sombras que controlariam estes que acham-se controladores dos Abismos?

Não seriam eles, os Donos do Mundo, meros escravos e servos destes poderes de Fogo e Trevas?



A Divindade dispôs a forma viva do homem na esfera da luz, onde o dia e a noite se alternam, e nada impede que a luz se manifeste.



Na sombra dos Abismos, a Divindade dispôs as forças que somente a própria Divindade, através da mecânica cósmica, rege e determina suas manifestações.



Então, os Donos do Mundo, em sua arrogância e poder equivocados, pois não é originado da verdadeira Sabedoria, profanam as portas dos Abismos, movidos pela ambição. Ao supor que o controlam, acham-se onipotentes e comportam-se enfurecidamente porque não compreendem o Poder dos Abismos.



Quando um abismo se rompe, sua forma se revela na marca e características das trevas que contornam as chamas, como um Demônio ávido por libertar-se dos grilhões dos Abismos.



Ao libertar-se, por onde passam, deixam um rastro de destruição, morte, catástrofe, tragédia, extinção, eliminação, dor, sofrimento, desastre, doença, contaminação, odores venenosos, desgraças, maldições e esquecimento da própria vida e da luz de onde ela se originou.



Quantos Abismos mais serão violados?

Quantos Demônios mais serão libertados?

Por que o homem ainda não aprendeu?

Não bastou a Bomba Atômica?

O Plutônio?

As Dioxinas?

Os venenos?

A 2ª Guerra Mundial?

Quantos demônio mais?

Por que medicamentos viraram drogas perversas?

Por que o valor do dinheiro é maior do que o próprio trabalho?

Por que o poder, das armas e da força é a maior do que da própria sabedoria?

Por que foram destruídas as sábias Civilizações Inca e Asteca?

As 7 pragas do Egito?

A destruição de Sodoma e Gomorra?

O Dilúvio?

O plástico e sua poluição fatal para a ordem da vida?

O aquecimento do planeta?

A extinção das florestas e a formação de desertos?



Rios, peixes e nações inteiras, outrora férteis com milhões de habitantes, agora desérticos, sujos e com multidões famintas, desesperadas e comportamento degenerado...Quem se lembra da pureza da vida?



E ainda, como ousam os Donos do Mundo afirmarem-se como tais e com poder sobre os Abismos e os Demônios?

Se isto é verdade, então por que estes Demônios espalham-se sobre a Terra em seus quatro cantos?

Onde está o poder que afirmam possuírem? Por que não o usam para conter a multiplicação da danação terrena?

Não seria por que mentem e nada sabem?

Ou porque estão iludidos e delirantes como os piores dementes?

Ou por que deleitam-se na falsidade?

Quem são aqueles que deleitam-se na falsidade, na perversidade e no ato da má ação?

Quem erra mais?

O ignorante ou aquele que deleita-se com prazer na falsidade e no proveito que angaria premeditadamente com sua má ação?

Que poder e sabedoria podem originar-se destes atos?

Semelhante, certamente, à falsa sabedoria e atos dos Demônios, somente o Inferno, como a esfera das desgraças, podem ser criados por tais atos.

Então vejam para onde vão e qual o caminho sem caminho e o rastro funesto que deixam, para que isto não seja esquecido e não se repita nunca mais.

Pois como será o fim?

Quem o conhece?

Nem o mais sábio dos homens ousaria desafiar este limite.

Então, por que ainda persistimos nestes erros?

O que falta reconhecer pra assumirmos a humildade de não saber, e assim, só assim, iniciar o eterno aprendizado da Sabedoria, aonde não há fim previsto, a não ser o próprio limite da Divindade?

E qual é o limite da Divindade?

Não há.

Mas o inverso sim tem um limite e é imposto pela própria Divindade e da natureza do que é.

E aqueles que trilharem o caminho do Fim, da dissipação de suas essências e da energia de suas vidas e de milhões...

O que farão quando chegar o fim?

O que farão?

Mentirão?

Trairão?

A quem? E como?

Quais serão as conseqüências?



Se a sentença de um simples ladrão de bancos, que rouba apenas dinheiro sem vida, é ser meramente fuzilado na própria rua ou lugar de seu crime, quando encontrado, qual será a sentença dos Donos do Mundo, que furtam a vida e o seu porvir libertando os Demônios dos Abismos?

Evidências e provas não são suficientes?

O que seria suficiente?

Talvez se soubessem que não passam de imbecis, de ação torpe, pois são movidos pela fúria, brutalidade e mesquinharia.

Pois isto é o que lhes será cobrado.

E como pagarão?

De quem emprestarão?

E como saberão reconhecer os valores que necessitam para transpor o Fim e ir além?

E se não podem transpor este limite, para onde irão?

O que sabem disto?

O que aprenderam com os rios e lagos?

Se destruíram a fonte do saber através de suas perversas paixões pela falsidade, como puderam aprender?

Se destroem os meios que os libertariam das Trevas do Fim, estão condenando-se a si próprios a este Destino.

Fazem por que querem ou porque são movidos pelas sombras...?

Estes são os escravos das Trevas e as diferenças entre os servos da Luz.

Fim...

sábado, 15 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 15/05/2010




“Assim como o creme está presente no leite, o fogo no combustível, assim também a realização do Divino é um resultado certo para aqueles que cumprem práticas espirituais. Mesmo se alcançar a Libertação não for obtida diretamente como uma conseqüência de tomar o nome do Senhor, os seguintes frutos são claramente evidentes: (i) a companhia do grande, (ii) a verdade, (iii) o contentamento, e (iv) o controle dos sentidos. Através de qualquer dessas portas, pode-se entrar; quer uma pessoa seja um chefe de família ou um recluso ou um membro de qualquer outra classe, pode-se seguramente chegar ao Senhor. Isso é certo!”

Sathya Sai Baba



-----------------------------

“Há muitas forças destrutivas do mundo. Mas, felizmente, junto com elas existem também forças construtivas. Como estudantes do Verdadeiro Conhecimento (Vidya), vocês não devem transformar-se em adoradores de bombas e máquinas. Devem transformar-se em pessoas ativas, adorando o Divino. Autoridade e poder são intoxicantes poderosos. Eles poluirão a pessoa até que ela esteja completamente destruída. Eles produzem infortúnio. Mas o conhecimento verdadeiro lhe conferirá plenitude e fortuna.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Teste: qual o seu nível de estresse?

[http://msn.minhavida.com.br/conteudo/11254-Teste-qual-o-seu-nivel-de-estresse.htm]

Descubra qual a intensidade do seu estresse e previna este mal

Por Andressa Basilio

O estresse, sintoma da modernidade, é uma condição que o ser humano desenvolveu ao longo dos tempos. Porém, apesar de não ser considerado uma doença, pode favorecer o aparecimento de doenças psico-fisiológicas e, por isso, precisa ser observado e controlado.

De acordo com a psicóloga da Unesp Sandra Leal Calais , existem quatro níveis de estresse - alerta, resistência, quase-exaustão e exaustão - que influenciam na qualidade de vida, pois quanto maior for o nível de estresse, maior será a deteriorização física e psicológica. "Nem todo tipo de estresse é ruim. Há tipos que possuem aspectos construtivos, na medida em que estimula as pessoas a buscarem a reformulação de vida", explica a psicóloga.

A melhor maneira de lidar com estresse é prevenir-se, através da prática de exercícios físicos, alimentação balanceada, pensamentos positivos, suporte familiar, social e religioso, ioga e exercícios de relaxamento . Faça o teste abaixo e descubra em que nível de estresse você está.

1) Você pratica exercícios físicos?

a) Sim, regularmente.

b) Sim, às vezes.

c) Não tenho paciência para esporte.

d) Não. Detesto praticar exercícios físicos.


2) Antes de um compromisso importante você:

a) Passa a noite em claro, preocupada (o) ou ansiosa (o) com o que acontecerá no dia seguinte.

b) Adormece rápido e profundamente.

c) Demora para dormir, mas consegue ter uma boa noite de sono.

d) Nem tenta dormir, pois fica pensando na roupa que irá usar, no que irá fazer e no que irá falar.


3) Em geral, como você lida com as situações que te aborrecem?

a) Paro, respiro e tento esquecer o que passou.

b) Perco o controle. Grito, choro, discuto e passo mal.

c) Fico bem irritada (o) na hora, mas depois consigo esquecer.

d) Dificilmente fico aborrecida (o), mas quando acontece, procuro resolver da melhor maneira possível.


2) Quando alguém te chama para fazer algo que você não tem vontade, você:

a) Vai para agradar a pessoa, mas acaba se divertindo depois.

b) Indo ou não, você se irritará com a pessoa, por ter te convidado e insistido para que você fosse.

c) Não vai. Você não gosta de sair de casa.

d) Vai mesmo que saiba que será uma cilada, pois você não gosta de magoar ninguém.


3) Você se considera uma pessoa sociável?

a) Sim, me relaciono com muitas pessoas.

b) Tenho alguns amigos, mas me relaciono mais com minha família.

c) Só falo com alguém quando necessário. As pessoas me incomodam um pouco.

d) Não tenho tempo para amizades. Estou sempre muito ocupado (a).


4) Com que frequência você fica doente?

a) Sempre estou com alguma incomodação, gripe ou dor de cabeça.

b) Sofro com doenças crônicas.

c) Raramente.

d) Constantemente, mas não me importo.


7) Você não se dá bem com seu chefe. O quanto isso influência no seu trabalho?

a) Em nada. Consigo focar todas as minhas energias no trabalho.

b) Em nada, mas estou procurando um emprego melhor.

c) Muito. Não tenho mais vontade de trabalhar e falto constantemente, no entanto, preciso continuar no emprego.

d) Muito e, por isso, estou procurando um emprego melhor.


8) Quando algum conhecido passa por você e não te cumprimenta, você:

a) Passo o resto do dia com comportamento agressivo.

b) Brinco para chamar a atenção dele.

c) Não fala nada e continua a tratá-lo normal, mas fica pensando que possa ter feito algo que ele não tenha gostado.

d) Paro de falar com ele e começo a não cumprimentá-lo também.


9) Você chora com frequência?

a) Geralmente choro de felicidade.

b) Quando alguém me magoa. Mas nunca faço na frente da pessoa.

c) Ultimamente, tenho me sentido muito triste.

d) Procuro esquecer as coisas que me fazem chorar.


10) Em geral, você é uma pessoa comprometida com o que faz?

a) Sim. Sou muito comprometido (a) com tudo o que faço.

b) Depende. Sou comprometido (a) com o que gosto de fazer.

c) Não. Não vejo sentido nas tarefas que tenho que fazer.

d) Apenas com o meu trabalho, por mais que algumas tarefas me aborreçam.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

DICAS PARA UMA BOA SAÚDE 12052010: Alimentos Poderosos – Os Editores





Aqui estou no maravilhoso e violento Rio de Janeiro. Hoje inicio, nesse blog maravilhoso das minhas queridas amigas e amigos do Cariri, um conjunto de textos com esse título acima. A idéia surgiu após a compra da Revista “ALIMENTOS PODEROSOS (Ano I No 1, Editora ALTO ASTRAL): Fortaleça o seu organismo e previna diversas doenças!”.



O conteúdo dessa Revista segue-se na ordem abaixo:



a) Colesterol;

b) Pressão Alta;

c) Diabetes ;

d) Câncer;

e) Osteosporose;

f) Prisão de Ventre;

g) Alimentos que emagrecem;

h) Dieta;

i) Anemia;

j) Memória;

k) Insônia e ansiedade;

l) Gripe e Resfriado;

m) Beleza;

n) Afrodisíacos;

o) Energéticos.



A idéia é publicar a cada dia uma dica desse conteúdo listado. Hoje, iniciarei com uma apresentação dos EDITORES. Acompanhem!



OS EDITORES



“Novos tratamentos e remédios são anunciados todos os dias com a promessa de prevenir e combater doenças. Com o tempo, alguns se mostram consistentes, mas a maioria naufraga rapidamente na própria ineficácia e também por conta da ganância dos laboratórios farmacológicos.



À margem das descobertas milagrosas caminham os alimentos naturais, que devem ser consumidos com regularidade e um pouquinho de disciplina, mas proporcionam uma saúde integral e permanente. Colesterol, anemia, prisão de ventre e muitos outros problemas podem ser resolvidos quando se conhece o poder dos alimentos! Boa leitura.

Os Editores” (p.3).



Bernardo Melgaço

NÚCLEO DE ESTUDOS SOBRE CIÊNCIA, ESPIRITUALIDADE E FILOSOFIA (NECEF/URCA)

HTTP://bernardomelgaco.blogspot.com

bernardomelgaco@hotmail.com

Pensamento para o Dia 12/05/2010




“No jardim de seu coração, você deve plantar e cuidar da rosa da Divindade, do jasmim da humildade e do lírio da generosidade. Em seu armário de remédios, você deve manter em prontidão os comprimidos do discernimento, as gotas de autocontrole e três talcos indispensáveis da fé, da devoção e da paciência. Através do uso desses medicamentos, você pode esquivar-se da doença grave chamada ignorância (Ajnana).”

Sathya Sai Baba



----------------------------

“Um bom caráter é a jóia preciosa da vida humana. O próprio nascimento humano é a conseqüência de inúmeras boas ações e não deve ser desperdiçado. Essa chance deve ser utilizada em toda sua extensão. Com um anseio profundo e disciplina firme, você deve esforçar-se para experimentar a divindade e redimir-se.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 10/05/2010


“Ingerir alimentos é um ritual sagrado, um Yajna. Não deve ser realizado durante os momentos de ansiedade ou de transtornos emocionais. O alimento deve ser considerado remédio para a doença da fome e sustento para a vida. Trate cada dificuldade que encontrar como uma feliz oportunidade de desenvolver sua mente e de fortalecer-se espiritualmente.”

Sathya Sai Baba

sábado, 8 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 08/05/2010


“O sabor dos alimentos não pode ser apreciado se a pessoa está doente ou se a mente está imersa em outra coisa. Da mesma forma, mesmo se você estiver envolvido em práticas espirituais, você não experimentará o contentamento se seu coração estiver cheio de más qualidades. Você pode saborear a doçura havendo açúcar na língua. No entanto, se houver mesmo um traço de amargura na boca, toda sua boca terá o gosto amargo. Portanto, aqueles que aspiram alcançar a Santa Presença do Senhor devem cultivar bons hábitos, disciplina e nobres qualidades. As costumeiras formas habituais de vida não o levam a Deus automaticamente. Você deve praticar disciplina espiritual (Sadhana) para modificá-la da maneira adequada.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 07/05/2010



“Quando alguém está envolvido no mundo, apenas pensamentos mundanos surgem durante seus últimos momentos. Para aqueles que anseiam sinceramente pelo Senhor, o Senhor se apresentará. Pode-se amar seus amigos e parentes, respeitá-los e mantê-los de bom humor enquanto se move pelo mundo. Mas, enquanto estiver no mundo, é preciso oferecer amor e fidelidade abundantes por toda vida somente ao Senhor, ninguém mais.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 6 de maio de 2010




“Mais perfumado que as flores com doce aroma, como o jasmim e o lírio, mais suave que a manteiga, mais bonito que o olho do pavão, mais agradável que o luar, é o amor de uma mãe. A vida humana é uma viagem do ‘eu’ para o ‘Nós’. Nessa pequena viagem, você deve desligar-se do corpo e desenvolver apego ao ‘Eu Superior’. Para isso, a graça da mãe é muito essencial.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 03/05/2010






“Um agricultor limpa e nivela o terreno, remove as pedras e os espinhos, ara e prepara o terreno, aduba e nutre o solo, irriga-o e fertiliza-o. Então, ele espalha as sementes e transfere as mudas. Isso é seguido pelo processo de capinar e pulverizar pesticidas. Finalmente, depois de uma longa espera, ele faz a colheita. Uma vez que a safra é colhida, ele então a limpa, debulha e, finalmente, empilha o produto. Todos esses processos são feitos com o intuito de alimentar o estômago. Do mesmo modo, é preciso sentir que fome, sede, alegria e tristeza, dor e perda, sofrimento e raiva, alimento e apetite são somente impulsos que nos impelem à realização da Presença do Senhor. Se você tem essa atitude, nenhum pecado jamais manchará suas ações. Com o tempo, esses impulsos também fenecerão, não deixando sequer vestígios.”

Sathya Sai Baba



--------------------------------------------------



“O conhecimento verdadeiro (Vidya) lhe instrui a reformar-se em primeiro lugar. Depois de transformar a si mesmo, tente reformar outros. Esse é o conselho oferecido por Vidya. O apego ilusório ao mundo objetivo pode ser extirpado por meio de serviço altruísta, realizado como adoração ao Senhor. Devoção genuína é caracterizada pelo amor por todos, a todo momento, em todo lugar.”

Sathya Sai Baba

domingo, 2 de maio de 2010

Apelo de Hitler sobrevive 65 anos após sua morte [o retorno do anti-cristo]

(O retorno de Hitler)
(http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/apelo+de+hitler+sobrevive+65+anos+apos+sua+morte/n1237602242624.html)


Culto a líder nazista cruza fronteiras da Europa e cresce em países como Índia e Paquistão



Leda Balbino, iG São Paulo
30/04/2010 17:48

Apesar de passados 65 anos desde sua morte, Adolf Hitler e seu regime totalitário alemão ainda exercem fascínio sobre muitos. E esse sentimento não se restringe à Europa, onde há movimentos neonazistas e de extrema direita na Alemanha, Áustria, Bélgica, França e outros países. Seu apelo cruzou as fronteiras para locais como sul da Ásia, Turquia e territórios palestinos.

Hitler suicidou-se em 30 de abril de 1945 com uma mordida em uma pílula de cianeto e um disparo contra a têmpora. Ele se matou dentro de um abrigo de concreto construído a cerca de oito metros de profundidade na antiga Chancelaria do Reich (Reino, em alemão), enquanto as forças da então União Soviética cercavam a capital do país, Berlim.



Foto: AP

Líder nazista Adolf Hitler é saudado por soldados em Nuremberg em 2 de setembro de 1933

A morte de Hitler foi anunciada oficialmente em 1º de maio de 1945. Informações de seu quartel-general, porém, sugeriram que ele havia tido uma morte heroica: "Hitler morreu em seu posto de comando na Chancelaria do Reich lutando até o último suspiro contra o bolchevismo (soviético) e pela Alemanha."

Os primeiros detalhes sobre as reais circunstâncias de sua morte surgiram em 20 de junho. Um dos guarda-costas de Hitler que haviam escapado para o lado britânico de Berlim contou ter visto os corpos parcialmente queimados do líder nazista e de sua companheira Eva Braun, com quem havia se casado um dia antes do suicídio, deitados lado a lado perto da entrada do abrigo subterrâneo.

Segundo muitos relatos, os corpos teriam sido retirados do abrigo por nazistas, cobertos por gasolina, queimados e então enterrados. Mais tarde teriam sido transferidos para um local desconhecido para nunca mais serem encontrados.

Neonazimo alemão

Na Alemanha, o movimento de extrema direita atualmente é mais comum no leste do país, que, 20 anos depois da reunificação do país, ainda registra índices sociais e econômicos piores do que as cidades a oeste. A imigração também alimenta a xenofobia.

De acordo com o Ministério do Interior da Alemanha, os incidentes relacionados à extrema direita atingiram seu pico em 2008, com um total de 19.894 casos, um aumento de 5% em relação a 2007. Destes, mais de mil foram violentos, com dois tendo resultado em morte.

O número de incidentes violentos relacionados à extrema direita vem caindo no país, segundo o ministério. Enquanto entre janeiro e outubro de 2008 foram 639 casos, houve 572 no mesmo período de 2009. Além disso, das 12.066 manifestações da extrema direita na Alemanha nos dez primeiros meses de 2009, 8.369 foram propaganda.

De acordo com o Escritório Federal de Proteção da Constituição do país, em 2008 havia na Alemanha 156 organizações de extrema direita, com estimados 30 mil membros. O número, que se manteve o mesmo no ano passado, é menor do que os 38,6 mil membros de 2006.

Mas, apesar da aparente melhora, para muitos os dados continuam alarmantes. “O que me assusta é o ar de normalidade com que esses fatos são registrados ano após ano sem uma resposta adequada”, afirmou o ativista antirracismo Timo Reinfrank à Rádio Free Europe.

Apelo do mito

Nos últimos anos, a obra de Hitler “Mein Kampf” (Minha Luta), que se tornou a "bíblia do nazismo" no Terceiro Reich (1933-1945), alcançou recorde de vendas em mercados como Índia, Turquia e territórios palestinos. Na Alemanha, o Estado da Bavária detém os direitos sobre a obra e sua publicação está proibida até 2015, quando ela cai em domínio público.

Segundo o “Daily Telegraph”, entre outubro de 2008 e abril de 2009 foram vendidos 10 mil volumes do livro só na indiana Nova Délhi, muito pelo interesse de estudantes de negócios que veem o líder nazista como um ícone da estratégia de gerenciamento. "Eles consideram a obra uma história de sucesso de como um homem pode ter uma visão, estabelecer um plano para implementá-la e então ter êxito em colocá-la em prática”, explicou Sohin Lakhani, proprietários da livraria Embassy, com base em Mumbai, ao jornal britânico.



Foto: AP

Clientes passam em frente da Cruz de Hitler, restaurante em Kharghar, na Índia

Além da Índia, a obra é popular na Croácia e na Turquia, onde vendeu 100 mil cópias num período de dois meses em 2005. Na Rússia, o livro foi reimpresso três vezes desde que a proibição à sua publicação foi levantada em 1992.

Em uma matéria publicada em março deste ano, o correspondente da revista alemã “Der Spiegel” em Islamabad, Hasnain Kazim, interpreta o culto a Hitler no Paquistão e na Índia como um sinal de que a população local o vê como aquele que desafiou britânicos e americanos.

"Suspeito que a maioria dos indianos e dos paquistaneses não tem a menor ideia do que esse homem fez”, disse Kazim, referindo-se ao extermínio de 6 milhões de judeus durante a 2.ª Guerra Mundial (1937-1945), conflito desencadeado por Hitler que deixou um saldo de 55 milhões de mortos.

“No mundo islâmico, do Paquistão e Irã ao norte da África, o sentimento antissemita obviamente tem um papel. Conversas rapidamente desembocam em comentários sobre a injustiça inflingida contra os palestinos que tiveram suas terras roubadas (quando da formação do Estado de Israel, em 1948)”, completou Kazim.

Segundo ele, porém, não são somente os muçulmanos que mantêm esse culto ao nazismo. Na Índia, um empresário hindu abriu um restaurante chamado “Cruz de Hitler”, cuja entrada é enfeitada com um retrato do líder do Terceiro Reich.

Além do apelo de seu livro, os esboços e aquarelas de Hitler, considerados pelos críticos dignos da nota “C”, atingem altos valores em leilões. Em 24 de abril, uma coleção de 13 peças foi vendida por 95 mil libras (quase US$ 145 mil) no Reino Unido.

*Com BBC

sábado, 1 de maio de 2010

Pensamento para o Dia 01/05/2010

SAI BABA

“Para os seres imersos no mundo, há dois obstáculos que devem ser superados: o anseio por desejos animais e os anseios da língua. Cada um de vocês deve dominá-los. Enquanto persistirem, eles podem causar dor. Essas são as causas de todos os pecados, e o pecado é o solo fértil no qual a ilusão (Maya) prospera. Aqueles que aspiram pela libertação devem subjugar os sentidos. Para conquistar esses desejos, para qualquer atividade que você realize – comer, andar, estudar, servir ou mover–, você deve executá-las na crença de que elas conduzem à presença de Deus. Toda ação deve ser feita com um espírito de dedicação ao Senhor.”
Sathya Sai Baba

------------------------------

“O serviço é a flor do Amor (Prema), uma flor que preenche a mente com arrebatamento. Não causar qualquer dor é a fragrância de tal flor. Faça com que mesmo seus pequenos atos sejam inundados de compaixão e reverência. Assegure-se de que seu caráter possa, desse modo, brilhar grandemente. A maior felicidade é o contentamento. Onde não há aspereza, santidade prosperará e virtude florescerá. Onde existe ganância, ali o vício se desenvolverá com abundância.”
Sathya Sai Baba