Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 31/12/2010




“Nunca se sinta deprimido quando for pressionado por dificuldades. Deus nunca irá impor-lhe provas que não possa suportar. Ele testa seus devotos de várias maneiras. Teste é o "sabor" de Deus. Nunca tema qualquer teste. Esteja pronto a sacrificar até mesmo sua vida pelo amor de Deus. Somente então é que Deus o protegerá. Não há defeitos em Deus. Todas as palavras e ações de Deus são perfeitas. O que você vê é a reação, reflexo e ressonância de seus sentimentos. Eles são de natureza psicológica. Deus sempre nos concede apenas o bem-estar. Compreenda e experimente essa verdade.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 30/12/2010




“Você não deve desperdiçar sua vida simplesmente comendo, bebendo e dormindo. Na verdade, essa vida é uma mácula na própria natureza humana. Toda atividade de vocês deve refletir a mensagem Divina. Infelizmente, esse não é o caso hoje. Algumas pessoas afirmam que têm dedicado suas vidas à missão de Deus. Mas, na realidade, não é assim. Elas estão perdendo seu precioso tempo em buscas materialistas. Não há nada errado em estudar, trabalhar e ganhar dinheiro, desde que sejam feitas com o espírito apropriado, o qual é benéfico a todos. Você vê muitas pessoas sofrendo. De que maneira você as está ajudando? As dualidades da vida, tais como dor e prazer, andam de mãos dadas. Dor e prazer coexistem. É impossível separá-los. O prazer não existe separadamente. A frutificação da dor é o prazer. Essa mensagem de verdade deve ser ensinada a todo o mundo. Sem dor não se percebe o valor do prazer. O valor da luz só pode ser percebido quando há escuridão.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 29/12/2010




“Tendo nascido como um ser humano, deve-se perceber a Divindade interior. O principal dever de cada indivíduo, como um mensageiro de Deus, é praticar e propagar os princípios da verdade, amor e paz, experimentar a bem-aventurança interior e compartilhá-la com os outros. A pessoa que propaga assuntos mundanos, fugazes e efêmeros não pode ser chamado um mensageiro de Deus. Aquele que ama a Deus é o mensageiro de Deus. Aquele que Deus ama é o Filho de Deus. Aquele que compreende o princípio da unidade se torna um com Deus.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O homem e o tempo - Texto da Internet

http://www.momento.com.br/pt/ler_texto.php?id=2830&stat=3&palavras=o tempo e o homem&tipo=t


No mundo moderno, parece que o tempo é um artigo de luxo.

São constantes as reclamações a respeito de sua falta.

Muitos se dizem atarefados em excesso.

Incontáveis afirmam que o tempo parece passar cada vez mais rápido.

Envoltos em inúmeros afazeres, sentem-se autênticos reféns da vida.

Essa dificuldade humana para bem administrar o tempo não constitui algo novo.

O Espírito Emmanuel, mentor de Francisco Cândido Xavier, já tratou dela.

Certa feita, ele afirmou que o tempo não passa pelo homem, mas que o homem, sim, passa pelo tempo.

A diferença pode parecer sutil, mas é muito importante.

Quando se está parado e algo passa, surge uma certa sensação de lerdeza ou imobilidade, pois não se consegue acompanhar o que vai adiante.

O fenômeno apresenta-se diferente quando é o homem que passa e segue em frente.

Segundo o dizer de Emmanuel, é justamente isso que ocorre em relação ao tempo.

O homem é que se movimenta e direciona o seu viver, ao longo do tempo que lhe é dado.

Sendo assim, ele é quem dita o ritmo de sua vida.

Essa imagem feliz procura desvincular o ser humano de um sentir deletério em relação ao fenômeno temporal.

Ela busca capacitá-lo para viver em plenitude o momento presente.

Sem remorsos pelo que já foi.

Se erros foram cometidos, é necessário corrigi-los, mas de nada adianta escravizar-se ao passado.

Também evita ansiedades pelo que ainda será.

O importante é fazer o melhor no tempo presente.

Desfrutá-lo, em suas inúmeras possibilidades.

Ter ciência de que cabe ao homem disciplinar o próprio viver.

A mídia por vezes trabalha contra isso.

Ela passa a impressão de que o relevante é comprar muitas coisas, frequentar certos locais, distrair-se até a exaustão.

Habitualmente se afirma que o tempo é de ouro, ou que tempo é dinheiro.

Dependendo do enfoque, as assertivas são verdadeiras.

É preciso mesmo dar destinação útil ao próprio tempo.

Mas de forma equilibrada, sem se converter em escravo de atividades que se multiplicam de modo desnecessário.

E também sem se permitir torturar pelo que já foi ou pelo que virá.

Desfrutar o momento que se vive.

Se é horário de trabalho, trabalhar com serenidade, sem se angustiar pelo que ocorre em outros ambientes.

Em casa, desfrutar em paz da companhia da família.

Em momentos de estudo, apenas estudar.

Para viver em paz em meio às tormentas do mundo, é preciso tornar-se senhor do próprio tempo.

Eleger o que merece dedicação em dado instante e fazê-lo com serenidade.

Como disse Jesus, o dia de amanhã cuidará de si mesmo.

Se o hoje for bem vivido e aproveitado, certamente o amanhã será pacífico.

Pense nisso.



Redação do Momento Espírita.

Em 07.12.2010

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

PENSAMENTO PARA O DIA.27/12/2010




“Para lutar contra a tendência de identificação com o corpo e para conquistar a graça de Deus como o único meio de vitória, os exercícios espirituais, tais como a investigação filosófica, foram estabelecidos, além do controle dos sentidos (Dama) e de outras disciplinas dos seis tipos de Sadhana (disciplina espiritual). Essas práticas garantirão a purificação da consciência. Ela, então, se tornará um espelho limpo que pode refletir o objeto, de modo que o Atma será revelado claramente. Para a realização da mais alta sabedoria (Jnanasiddhi), a purificação da consciência (Chitthashuddhi) é o caminho Real. Para os puros de coração isso é fácil de realizar. Essa é a verdade central da busca pela Realidade Suprema.”

Sathya Sai Baba



---------------------------------



“É essencial ao homem a unidade de cabeça, coração e mãos. Esse é o significado verdadeiro por trás dos cristãos fazerem o sinal da cruz. Instale Deus em seu coração. Reflita sobre Ele e realize boas obras. Considere todas as atividades como obra de Deus e aja em conformidade. Simplesmente alimentar os pobres e distribuir roupas aos necessitados não constituem serviço altruísta (Seva). Junto com isso, é preciso cultivar o amor, que é eterno. Desde o amanhecer até o anoitecer, todas as nossas ações devem estar impregnadas de amor. Comece o dia com amor, preencha o dia com amor, passe o dia com amor, termine o dia com amor. Esse é o caminho para Deus.”

Sathya Sai Baba

sábado, 25 de dezembro de 2010

O QUE É O SER HUMANO?

O que é o Ser Humano?


Onde está Deus?

Porque eu existo?

Qual é o sentido da vida?

Qual a fonte da verdadeira felicidade?

Os grandes Cientistas, Filósofos, Artistas e Religiosos de todos os tempos, da mesma maneira que cada um de nós, seres humanos, sempre consideraram estas questões e ponderaram sobre suas possíveis respostas.

É possível questionar até mesmo se as respostas para essas perguntas existem.

Sathya Sai Baba manifesta a mesma Sabedoria, a mesma Verdade, a mesma Luz que está presente em todos aqueles que conhecem essas respostas.



Como outros Grandes Mestres, Sai Baba também comunica esse Conhecimento Superior através de seu próprio exemplo, em suas ações, e de suas palavras.



Em seus livros e discursos públicos, vamos encontrar desde orientações sobre a melhor maneira de escovar os dentes até explanações sobre diferenças sutis entre interpretações das filosofias advaita (não-dualista) e dvaita (dualista).





--------------------------------------------------------------------------------



A Mensagem

"Mãos que servem são mais santas que lábios que oram."



Primeiramente, é necessário compreender o ciclo de ação e reação que rege a natureza. Cada ato, gesto, palavra e pensamento gerado pelo indivíduo, é uma causa que terá o seu respectivo efeito. O nosso futuro é consequência de nossos pensamentos, palavras e ações no presente.



"Ajudar, sempre. Ferir, nunca."



Quando efetivamente nos tornamos conscientes desse fluxo, naturalmente ajustamos nosso comportamento e buscamos praticar somente boas ações - agir com gentileza, cortesia, respeito, consideração, sempre visando o bem do próximo. Esse salto quântico na consciência e no comportamento corresponde ao desabrochar da espiritualidade no indivíduo.



"Ame a todos. Sirva a todos."



Praticar o bem é trilhar o caminho da espiritualidade. O destino desse caminho é a purificação, a plenitude, a Suprema Bem-Aventurança, a Felicidade Absoluta - quando cessa a dualidade e experimentamos Deus integralmente.



"Um coração compassivo é a marca da verdadeira educação."





--------------------------------------------------------------------------------



A Ignorância

"Não há espaço para a violência onde há Amor."



O Homem na atualidade acredita numa imagem muito inferior e negativa de si mesmo. Sem refletir, está sempre buscando satisfação a curto prazo, e pratica más ações porque lhe falta a verdadeira educação ou conhecimento de si mesmo.



"A incapacidade de contentar-se faz agonizar o homem de nossos dias."



Hoje em dia, "os fins justificam os meios", e esses fins são egoístas e materialistas. Agindo assim, o Homem demonstra um comportamento ignorante. Enquanto está orgulhoso de suas conquistas, está cego para o real significado de suas ações.



"Ambição leva à tristeza e ao desespero."



O Homem se vê como pecador, e como separado daquilo que o cerca. Podemos chamar essa ignorância de ilusão, ou o véu que encobre a Realidade. A ignorância é a raiz de todo o sofrimento do Homem.



"Não há doença pior que o desejo; nem inimigo mais feroz que o apego; nem fogo tão devorador quanto o ódio. Não há melhor aliado que a sabedoria."





--------------------------------------------------------------------------------



A Verdade

"O homem que perdeu sua verdadeira natureza perdeu sua hominitude."



Jesus disse: "A Verdade vos libertará."



Sathya significa Verdade.



A Verdade é a Luz, o Conhecimento Superior, a Sabedoria que remove a ignorância e torna o Homem consciente de quem ele realmente é.



Muitos proclamam a onipresença de Deus, mas ignoram a presença de Deus em si mesmos.



Nas palavras de Sai Baba:



"Eu sou Deus. Você é Deus também."



"Não há necessidade de se extenuarem buscando Deus. Ele está aí, como manteiga no leite, como a criança no óvulo; está em cada átomo da criação. Ele não provém de um lugar nem vai a outro. Ele é encontrado aqui, lá, em todas as partes. Desde o átomo ao cosmo, do microcosmo ao macrocosmo. Ele é tudo."



"Nada há a não ser Deus."



"Deus é a estrela mais longínqua e também a folha de grama sob seus pés."



Em suma: tudo é Deus. Inclusive todos nós. Inclusive eu e você. O Homem é um ser Divino - é um templo móvel, no qual habita a Divindade. Se o indivíduo não manifesta sua divindade inerente ou não percebe a divindade onipresente, isto se deve a uma falha em sua educação, ou conhecimento de si mesmo.



Há muitos ensinamentos de Sai Baba indicando o que se deve fazer a fim de obter a purificação da própria mente e assim adquirir esse conhecimento e essa experiência suprema, de que tudo é Deus.



"Deus não está em religiões, mas em sua mente e em seu coração."



Deus é ilimitado. É possível colocar limites em Deus? Portanto, Deus não está confinado a nenhum grupo ou instituição específicos.



"Os ateístas são como botões de flores e os teístas, as flores que desabrocharam. A flor desabrochada oferece fragrância a muitos. Os botões retém dentro de si sua fragrância. Mais dia menos dia os botões podem desabrochar ou igualmente podem cair antes de desabrochar. Aqueles que espalham a felicidade do Divino no mundo foram descritos como teístas o os que não o fazem são tidos por ateístas."



A verdadeira marca de uma pessoa sábia e amorosa não é a roupa que veste ou os títulos que recebeu, mas sim a sua pureza interior, independente de credo, classe, sexo ou cor.



"Os que dizem 'Deus não existe' devem ter diante deles uma ideia preconcebida de Deus para que lhe possam negar a existência. Na penumbra da noite, uma corda pode ser tomada, por engano, como uma cobra, mas no momento em que a luz se faz, a corda é reconhecida como sendo o que ela é. Da mesma forma, o homem sábio reconhece Deus, pois se acha livre da Ilusão."





--------------------------------------------------------------------------------



Os Valores Humanos

"Definitivamente, nenhuma alegria pode se igualar à alegria de servir aos outros."



Assim como a natureza do Sol é aquecer e iluminar, a natureza da Chuva é molhar e vivificar, e a natureza da Flor é perfumar e embelezar - a verdadeira natureza do Ser Humano é Verdade, Retidão, Paz, Amor e Não-Violência.



Um Ser Humano que não manifesta essas qualidades, é como um Sol sem calor nem luz, como uma "Chuva que não molha". Não está sendo verdadeiramente humano.



Sai Baba vem anunciar com grande ênfase à Humanidade que o Ser Humano é Divino. Não devemos nos vitimizar com pensamentos mesquinhos e pequenos sobre nós mesmos.



"O homem vive na terra para aprender, antes de tudo, a arte de ser homem, e depois a arte de ser divino. Vista assim, a vida é uma aventura, onde cada ação, cada pensamento e cada palavra do homem pode manifestar a divindade que está latente. O egoísmo do homem é a causa de todos os seus males."



Se o Ser Humano abriga o próprio Deus dentro de si, porque sofre? O que é o egoísmo?



"Conhecer Deus é o empreendimento mais importante da vida. O homem deve conhecer Deus, sentir Deus, falar com Deus. Isto é realização. Isto é religião. De nada vale conhecer todas as outras coisas quando se desconhece Deus."



Assim sendo, está claro que a grande aventura do jogo da vida consiste em descobrir a si mesmo, ou seja, remover a capa de egoísmo que envolve a nossa própria essência divina. O mundo exterior é apenas o cenário dessa aventura.



A fonte da verdadeira felicidade não é meramente a conquista material, mas a conquista do próprio universo interior. Ao nos estabelecermos firmemente nessa fonte interior, manifestamos a paz e o amor que queremos para o mundo.



Como alcançar a vitória nesse empreendimento? Assim como temos que quebrar a casca do côco para saboreá-lo, como podemos "quebrar a casca do ego" para saborear a "divindade interior"? Isso é mesmo possível? Sim. É possível.



"Da mesma forma como duas asas são essenciais para um pássaro alçar vôo ao céu, e duas rodas são necessárias para uma carroça mover-se, dois tipos de educação, material e espiritual, são necessárias para que o homem atinja seu objetivo na vida. A espiritual destina-se à vida, enquanto a material a um meio de vida. É só quando o homem é equipado com estes dois aspectos da educação que torna-se merecedor de respeito e amor por parte da sociedade."



A necessidade de educação espiritual é urgente. Uma educação onde os Valores Humanos estão ausentes contribui hoje para a construção de uma sociedade egoísta e competitiva onde, apesar do progresso tecnológico, nunca se viu tanta injustiça e violência. As pessoas vivem com medo, ansiedade, depressão e outros distúrbios mentais, sem o menor conhecimento de suas causas e, menos ainda, de sua cura.



O sistema educacional moderno prepara consumidores de informação, e peças para a engrenagem do mercado de trabalho. E o caráter dos estudantes? O que fazer com toda essa informação? A educação do coração costuma ser ignorada.



Enquanto se ensina como resolver equações do segundo grau, será que não se poderia ensinar também que "quanto mais pessoas você faz feliz, mais feliz você fica"?





--------------------------------------------------------------------------------



Serviço

"Fazer serviço sem o pensamento em si mesmo é o primeiro passo para o progresso espiritual do homem."



A receita para "quebrar a casca do ego" é a prática do serviço.



"Servir aos homens ajudará o desabrochar da Divindade em vocês. O serviço alegrará os seus corações e os fará sentir que suas vidas têm sido proveitosas. Serviço ao homem é serviço a Deus, pois que Ele está em cada homem, em cada ser vivo, em cada pedra e em cada árvore. Ofereçam seus talentos aos pés de Deus. Que cada ato possa ser como uma flor, livre dos vermes rastejantes da inveja e do egoísmo, mas com a fragrância do amor e do sacrifício."



Sathya Sai Baba estimula e recomenda práticas espirituais como a meditação, mas a nenhuma delas atribui tanta importância e dá tanta ênfase quanto ao serviço social.



"O amor é inerente no homem, mas igual a uma semente, que deve ser nutrida pelo adubo e pela água, o amor no homem tem de ser cultivado pelo serviço dedicado."



Sai Baba aprofunda o tema do serviço em muitas ocasiões. O mais importante é a atitude interna, o espírito no qual se dedica o serviço. A qualidade dessa disposição interior é que determina o benefício espiritual obtido. O serviço oferecido sem visar a ganho ou recompensa constitui a prática mais eficaz para remover o ego e, consequentemente, desobstruir a manifestação das qualidades divinas inerentes ao indivíduo.



"Nenhuma pessoa pode se proclamar religiosa, quando se limita apenas a observar regras e praticar os sacramentos, mas não vive a reta conduta e a compaixão."





--------------------------------------------------------------------------------



Unidade das Religiões

Intolerância não é característica de nenhuma religião. Conforme Sai Baba:



"Todas as religiões enfatizam as mesmas verdades nos seus ensinamentos básicos. No entanto, poucas pessoas tentam compreender o significado interno das religiões. Partindo de um mesquinho sentimento de que sua religião é superior e as outras inferiores, membros de religiões diferentes estão desenvolvendo ódio contra os membros de outras fés e agindo como demônios. Ideias tão intolerantes devem ser imediatamente abandonadas."



Ele também afirma:



"Quando você ataca uma outra religião realmente está se tornando culpado de agressão à sua própria religião."



E explica:



"Felicidade é a meta de todas as religiões. Os caminhos podem ser muitos, mas o objetivo é um, exatamente como as jóias são muitas, mas o ouro um; embora sejam muitas as vacas, o leite é o mesmo. Portanto, você não pode criticar nenhuma religião."



Toda religião, em sua pureza original, enfatiza o valor da vida ética e promove a contemplação de Deus.



"Todas as religiões proclamam a unidade da divindade e pregam o cultivo do amor universal sem levar em conta casta, credo, país e cor. Aqueles que recusam esta verdade básica desenvolvem orgulho e ego por conta de sua religião particular. Tais pessoas estão produzindo grande confusão e caos, fragmentando a divindade. Confinar e dividir o divino infinito em tais estreitos compartimentos é traição contra Deus."



De forma simples e clara, Sathya Sai Baba esclarece o tema:



"Todos devem se dar conta de que, embora diferentes nos nomes e nas formas, a verdade essencial de todas as religiões é uma só."





--------------------------------------------------------------------------------



Deus

Deus é Amor. Amor é Deus.



"O 'Princípio Supremo' paira além do alcance do cérebro. Estando em pé sobre uma pedra, você não poderá ergue-la. Parado sobre a ilusão, como se encontra, na ignorância da realidade, não lhe é possível descartá-la."



A verdadeira espiritualidade envolve simplicidade, gentileza, compaixão. O intelecto é de fato uma ferramenta maravilhosa, porém o Divino encontra-se além de seu alcance. A divindade só pode ser compreendida através do amor.



"Todo ser humano é uma manifestação de Deus. Todo objeto manifesta o Divino. Nada há no mundo que não seja uma manifestação de Deus. Não tenham nenhuma dúvida de que o Cosmos é permeado por Deus e de que tudo está contido nEle. Não há sequer um átomo no Universo que não seja permeado pelo Divino."



Conforme Sai Baba, o sagrado é Deus, e o profano também é Deus.



"Tentamos descobrir Deus buscando-O por todo o Universo, mas deixamos de investigar Sua existência em nosso interior, como a própria essência e princípio básico de nosso ser. Com a descoberta de nós mesmos, de nosso Ser, toda a lamentação cessa e atingimos a felicidade suprema. Este é o verdadeiro autoconhecimento."





--------------------------------------------------------------------------------



Veja também:



•Vahinis - Os livros escritos por Sathya Sai Baba

•Coletânea de discursos proferidos por Sai Baba

•Ensinamentos de Sai Baba - separados por temas

•Área de Serviço da Organização Sai

•Educação em Valores Humanos



voltar ao topo

.← Sathya Sai Baba

Mensagem

→ Obra Literária

→ Discursos

→ Ensinamentos

.

Pensamento para o Dia 25/12/2010




“Venere Jesus seguindo seus ideais. Jesus indicou três fases. A primeira delas é: “Eu sou o Mensageiro de Deus”. Ele queria propagar a mensagem de Deus. A segunda é: “Eu sou o Filho de Deus”. O filho tem direito à propriedade do pai. Qual é a propriedade de Deus? Verdade, amor, tolerância, paz e justiça são as propriedades de Deus. Então, você deve se esforçar para alcançar essas qualidades. Você deve praticar, experienciar e propagar essas virtudes. Só então você merece ser chamado Filho de Deus. A terceira é: “Eu e o Pai somos um”. Essa fase é alcançada quando o princípio da unidade é realizado. Jesus estava sempre feliz, e preparado para tudo, porque Ele entendeu que o corpo é somente a veste e Deus é o morador.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Prezados Amigos e Amigas: Feliz Natal!

Hoje é dia de comemoração. É um dia muito especial, pois nos faz relembrar o nascimento de Deus em cada um de nós e do nascimento do menino Jesus. É o dia dos abraços, dos sorrisos e entrega de presentes. Mas, é também um dia de reflexão do caminho que estamos realizando enquanto seres humanos atarefados com os problemas e projetos de vida. Assim, o Natal é a esperança e lembrança que a vida tem um propósito maior guiado pelas Mãos de Deus. Pois, o propósito de Deus é o bem, a saúde e a felicidade. E o Natal simboliza esse momento onde podemos perdoar a quem tem nos ferido, amar quem tem nos odiado e desejar o bem a todos os que estão desesperados e tristes. O Natal nos renova e nos deixa cheios de esperanças de que o homem reconheça a Divindade que é, mas que desconhece a sua natureza interna. O Natal é a consciência de que somos filhos e filhas do Amor Cósmico. A consciência do Natal nos revigora para enfrentarmos um Ano Novo de desafios e conquistas no caminho da evolução espiritual. De modo que, a cada ano somos todos chamados a nos unirmos entorno da alegria do Natal. E assim abrirmos o coração para o outro que caminha ao nosso lado, seja ele pobre ou rico, conhecido ou desconhecido, amigo ou inimigo, homem ou mulher.

Ao celebrarmos o Natal devemos buscar compreender o sentido da vida no mistério que nos acompanha por toda trajetória existencial entre a chegada e a partida desse mundo de luz, desejos e ilusões. Portanto nesse Natal:

“TENTE O CARINHO

Tente, de alguma maneira,

fazer alguém feliz.

Aperte a mão, dê um abraço,

um passo em sua direção

Aproxime-se, sem cerimônia

Dê um pouco de calor

de seu coração

Assenta-se bem perto

E deixe-se ficar,

muito tempo, ou pouco tempo.

Não conte o tempo de se dar

Deixe o sorriso acontecer

E não se espante

se a pessoa mais feliz

for você (Anônimo)”

Pensamento para o Dia 24/12/2010



“Todo ser humano é um mensageiro de Deus. Todos nascem neste mundo pela vontade de Deus. Seu principal dever é fazer com que o fluxo do Divino Amor flua para todos. Você não nasceu para viver só para si mesmo. Você irá enobrecer-se e alcançar a auto-satisfação somente dedicar sua vida ao serviço da sociedade. Deus o enviou a este mundo para praticar e propagar essa mensagem. De que serve o nascimento humano se você vive como um pedaço de barro sem servir a sociedade?”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 22/12/2010




Pensamento para o Dia 22/12/2010

“As pessoas experimentam desespero e derrota por conta da indisciplina e da instabilidade dos sentidos. Esse é o resultado da incapacidade de controlar e orientar a inteligência e a mente! Os desejos conflitantes infectando a mente devem ser controlados e eliminados. Mergulhe a mente rebelde, que se esquiva em todas as direções, na contemplação do Nome do Senhor; o efeito será como concentrar os raios do sol através de uma lupa. Os raios espalhados desenvolvem o poder de uma chama que queima e consome. Do mesmo modo, quando as ondas de intelecto e dos sentimentos da mente tornarem-se unidirecionados através da lente convergente do Atma, eles manifestam-se como o Divino Esplendor Universal que pode queimar o mal e iluminar a alegria. Todo mundo é capaz de obter sucesso na sua profissão ou ocupação somente através de uma atenção unifocada. Mesmo a mais insignificante das tarefas necessita da qualidade da concentração para sua realização. Assim, mesmo os problemas mais difíceis submetem-se ao esforço inabalável.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 21/12/2010






“Certa vez, Draupadi perguntou a Dharmaraja: "Senhor! Você é, sem dúvida, o mais elevado entre aqueles que seguem sem hesitação o caminho do Dharma; mesmo assim, como é que tal calamidade terrível lhe aconteceu? Dharmaraja respondeu: " Draupadi, não sofra. Olhe para a cordilheira do Himalaia. Quão magnífica, gloriosa, bela e sublime ela é! É um fenômeno tão esplêndido que Eu a amo sem limites. Isso não me dará nada, mas minha natureza é amar o belo, o sublime. Então, aqui também vivo em amor. A personificação dessa sublime beleza é Deus. Esse é o significado e a importância do amor por Deus. Deus é a única entidade que vale a pena amar. Essa é a razão pela qual eu O amo. Eu não desejo nenhum favor Dele. Não vou rezar para qualquer benefício. Que Ele me mantenha onde Ele quiser me manter. A maior recompensa para o meu amor é Seu amor! Meu amor não é um artigo no mercado." Assim, Dharmaraja ensinou Draupadi que o Amor é uma qualidade Divina e deve ser assim tratado. O Amor é a natureza espontânea daqueles que estão sempre presentes na consciência do Atma (Eu Superior).”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

pensamento do dia 19/12/2010






“O segredo supremo é que você deve viver, no mundo onde nasceu, como a flor de lótus que, embora nascida na água, flutua sobre ela sem ser afetada ou molhada por ela. Obviamente é bom amar e adorar a Deus a fim de obter alguns frutos valiosos agora ou no futuro. Mas, já que não há fruto ou objeto mais valioso e interessante que Deus, os Vedas nos advertem a amar Deus sem nenhum traço de desejo em nossas mentes. Ame, desde que você ame por causa do amor. Ame a Deus apenas, sem qualquer outro desejo ou pretensão, pois tudo que Ele possa dar nada mais é do que Ele Próprio.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 17/12/2010




“A influência desconcertante de Maya (ilusão) é a consequência das ações acumuladas das vidas anteriores de uma pessoa. Você pode escapar de Maya através das boas ações. Se boas ações marcaram as vidas anteriores, qualquer tendência pecaminosa pode e será dominada pelas tendências virtuosas nesta vida. Você terá fé na divindade, se conectará com o Divino e passará a vida amparada no Divino. Por outro lado, aqueles que cometeram crimes horríveis em vidas passadas têm a visão terrivelmente escurecida, e isso os impede de ver o Divino. Essa pessoa nunca se lembra de Deus e de Sua obra, nunca anseia pelo seu próprio bem e pelo bem dos outros. Eles vêem as coisas com um ponto de vista falso. Deleitam-se na iniquidade e envolvem-se em atos perversos.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Pensamento para o Dia 16/12/2010





“Desenvolver fé no Princípio Atma e amá-Lo sinceramente é a verdadeira adoração. Há apenas um Ser Divino. Sinta que isso é mais digno de amor que qualquer objeto aqui ou no futuro — essa é a verdadeira adoração que você pode oferecer a Deus. Isso é o que os Vedas ensinam. Os Vedas não ensinam a aceitação de um conjunto de regras e restrições terrivelmente difíceis. Eles não constroem diante de você uma prisão onde o homem está encerrado pelas barras de causa e efeito. Eles nos ensinam que existe Um que é o Soberano por trás de todas essas regras e restrições, Um que é o âmago de cada objeto, cada unidade de energia, cada partícula ou átomo e Um que somente sob Suas ordens os cinco elementos —éter, ar, água, fogo e terra– operam. Ame-O, adore-O, venere-O — essa é a grande filosofia do Amor, elaborada nos Vedas.”



Sathya Sai Baba

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O FIM DOS PRESSUPOSTOS por VERISSIMO

(CADERNO OPINIÃO, JORNAL O GLOBO, Domingo 12 de dezembro de 2010, p.7)




"Em poucos dias, duas certezas científicas tiveram que ser abandonadas. Pesquisadores da Nasa descobriram que pode haver vida sem os componentes químicos até hoje considerados indispensáveis para a sua formação , e astrônomos descobriram que há muito mais estrelas além da Via Láctea do que se imaginava. Ou seja: aumentou a possibilidade de haver formas de vida desconhecidas em outros planetas e aumentou (triplicou, dizem os astrônomos) a quantidade de planetas em que elas podem existir.



Os novos cálculos sobre a quantidade de estrelas, se entendi bem, o que eu duvido, partem da constatação de que muitas das outras galáxias são elípticas, e não espirais como a Via Láctea, e que a proporção de estrelas-anãs para estrelas grandes, sóis, que é de cem anãs para cada sol na nossa galáxia, e de 2 ou 3 mil para cada sol nas galáxias elípticas. As estrelas-anãs de galáxias distantes não são vistas , são inferidas, mas calculam que haveria pelo menos um trilhão de estrelas a mais do que se supunha no Universo. O que significa mais alguns trilhões de planetas em volta dos sóis e quatrilhões de satélites em volta dos planetas. Isso sem levar em conta – para não enlouquecer – que o Universo visível talvez seja só uma fração do Universo real, cuja luz ainda não chegou até aqui.



O que as duas revelações significam é que pressupostos básicos, como o de que só a nossa composição química permitia a vida e que todas as galáxias se comportavam como a Via Láctea, não eram mais do que presunção. Sua desmoralização é mais um capítulo no lento afastamento da Humanidade das suas certezas, que começou com Copérnico e a prova de que a Terra circundava o Sol, e não o contrário. O que virá agora? Quando descobriram o comportamento esquizofrênico das partículas subatômicas, há alguns anos, foi um aviso para desconfiar de todos os pressupostos até aqui, das bactérias ao cosmo. Aguardam-se novas surpresas.



Quanto á vida em outros planetas é cedo para imaginar a Fifa organizando o primeiro campeonato interplanetário. Mas já dá para prever problemas como o antidoping: o que é tóxico para um time pode ser vital para a seleção da lua de Saturno, por exemplo".