Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Pensamento para o Dia 29/12/2011



Pensamento para o Dia 29/12/2011

“Todo mundo procura e se esforça para estar em paz consigo mesmo e com a comunidade ao redor. As pessoas têm tentado obter essa paz acumulando riqueza, o que dá poder sobre os outros e a capacidade de controlar conveniências e confortos. Alguns têm procurado posições de autoridade e influência para que possam moldar eventos adequados para seus propósitos e fantasias. Infelizmente, esses caminhos são cercados de medo e a paz que é obtida por esse modo é passível de extinção rápida e às vezes violenta. Paz Verdadeira (Shaanthi) só pode ser alcançada através do Amor! É o fruto da árvore da vida. Esse fruto de essência doce é envolto por uma casca amarga. A casca amarga simboliza as seis paixões que envolvem o coração amoroso do homem: luxúria, ira, avareza, apego, orgulho e ódio. Aqueles que removem o exterior através da disciplina dura e consistente atingem a doçura interior - a paz tão desejada; essa paz é eterna, imutável e irresistível.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

KAHUNA- O GUARDIÃO DO SEGREDO




KAHUNA- O GUARDIÃO DO SEGREDO

[sugestão: comprar livro pela Internet na livraria cultura]

(http://www.xamanismo.com.br/Teia/SubTeia1192456288It008)



A palavra Kahu significa guardião e Huna : segredo. o verdadeiro significado da palavra kahuna é: "Aquele que é um expert em sua profissão"

Os Kahunas eram especialistas em: agricultura, construção de cabanas e barcos, pesca, astronomia, religião, medicina, psicologia e outras áreas do conhecimento. o termo aplicado no que damos hoje o título de Ph.D.

Antes da colonização européia a antiga sociedade havaiana, isolada do resto do mundo, desenvolveu seus sistema religiosos, com uma profunda compreensão espiritual do indivíduo e do universo. O kapu ou tabus regravam a fechada sociedade havaiana, que possuía um profundo senso de família.

TIPOS DE KAHUNAS

Kahuna ha'i'olelo: Especializado em pregações itinerantes

Kahuna ho'oulu ai: Especializado em agricultura

Kahuna kalai: Especializado em gravuras e esculturas

Kahuna kali wa'a: Construtores de canoas

Kahuna kilokilo: Pregadores; interpretam presságios observados do céu.

Kahuna lapa'au: Especializados em medicina e cura

Kahuna pule: Pregadores, pastores, sacerdotes e oradores

Kahuna pale: Especializado em desfazer a magia praticada por um mago negro

Kahuna po'i uhane: mágicas. Místico especializado em atrair e letrado na ciência da mente, aprisionar espíritos.

Kahuna ki'i: Zelador de imagens (totens, estátuas, etc). Sua atribuição era de embalar, envernizar e armazenas as imagens. responsável pelo transporte durante as batalhas à frente do chefe em comando

Kahuna na'au ao: Erudito sacerdote, que instruía iniciados e noviços dentro do conhecimento e práticas.



ARTES PRATICADAS PELOS KAHUNAS



Ho'o-pio-pio: Uso de encantamentos para levar ou trazer a morte, bem como vários eventos mágicos.

Ho'o-una-una: Arte de afastar uma entidade demoníaca espiritual em missão de morte.

Poi-Uhane: Maestria em capturar espíritos.

One-one-ihonua: Maestria em preces especiais de serviço.

Nana-uli: Arte de fazer profecias do tempo.

Kili-kilo: Adivinhação

La'au lapa'au: Sacerdotes da saúde que trabalhavam com ervas. Curavam ossos quebrados e outros traumas instantâneamente ou em alguns dias, através de preces ou processos esotéricos.

Kuhi-kuhi puu-one: Mestre de obra. Instaladores e arquitetos dos heiau ou templos.

Makani: Sacerdote dos ventos, com poderes sonbre espíritos místicos.

Ho'o-noho-noho Eram condutores de espíritos de pessoas falecidas. ajudavam os espíritos a elevarem-se até a divindade.

Kahuna Haapu: Médico

Kahuna Haka: Diagnosticador

Haha paaoao: Pediatra

La'au Kahea: Psicólogo



PRINCÍPIOS EM QUE OS KAHUNAS SE BASEAVAM



A palavra ALOHA é composta de alguns princípios:

A de ala - ver a vida de forma a estar sempre alerta

L de locahi - trabalhar com unidade (corpo,mente e espírito)

O de oiaio - Honestidade

H de ha'aha'a - Humildade

A de ahonui - Paciência e perseverança

Segundo os Kahunas, quando se aprende estes princípios se encontra com Deus.

MANA

Os Kahunas acreditavam que o mana é recebido do céu através da prece. Deve-se rezar constantemente e enviar estas preces para o seu Aumakua , o espírito guardião antepassado. O Aumakua vivendo no Céu, olha por sua criança da Terra e intercede através do seu divino poder espiritual.



DUALIDADE



para os havaianos existem duas grandes forças, a alta (boa, elevada em direção a evolução) e a baixa (baixa vibração, negativa e involutiva). Os termos aqui descritos como negativos ou positivos, está sendo usado sem definir boa ou má e simplesmente como polaridades.

O mundo material é considerado parte negativa. o mundo espiritual é considerado parte positiva. A lei do amor de deus á manifestação da unidade e da harmonia. Quando trouxemos a parte positiva, ou seja, unidade e harmonia, para a parte negativa, que é o mundo material, nós obteremos a verdade. O desejo pessoal é negativo e as leis de Deus são positivas. Quando soubermos unir o desejo pessoal e o amor juntos, aí se fará a luz! Deus nos iluminará e nós desfrutaremos a verdadeira felicidade.



POLARIDADE



Toda a vida é a união das polaridades, positiva e negativa, mas existem dois tipos de forças telúricas ou forças negativas. A polaridade negativa ou telúrica elevada que é representada pelas forças da natureza, trabalha em harmonia e em benefício da humanidade. A polaridade negativa baixa é a força telúrica de destruição e do egoísmo.

Um Kahuna deve conseguir aprender a distinguir entre alta e baixa. Ele deve aprender a controlar a baixa telúrica. Não deve voltar atrás em seu caminho, deixar-se envolver, senão estará abrindo as suas defesas para o ataque da ignorância. Caso isto ocorra ele não escapará dos baixos impulsos ficando doente pelas baixas influências.

-----------------------------------------



A PSICO-FILOSOFIA HUNA



Jens Federico Weskott

(http://www.stum.com.br/c.asp?i=8655&s=1)



A Psico-filosofia Huna é uma ciência que integra os três níveis de consciência. Torna a pessoa capaz de enviar energia mana do subconsciente ao Superconsciente. Pode efetuar pedidos visando realizações materiais e espirituais. Essa antiga sabedoria era e é praticada pelos kahunas, os mestres espirituais e xamãs curadores do Havaí.

Redescoberto pelo psicólogo americano Max Freedom Long, foi chamada Huna = segredo. Os relatos de Long sobre as realizações ‘mágicas’ dos kahunas revelam uma tradição ancestral. Novos autores desvendaram a ciência ali oculta.

Hoje, o ‘Sistema de Conhecimento Huna’ é um saber com três elementos diferentes: é, ao mesmo tempo, um sistema científico, uma visão de mundo e um método prático baseado em uma filosofia de vida ética.







------------------------------------------------



KAHUNA HEALING E HO’OPONOPONO

(http://www.portalcosmico.com.br/portal.asp?page=kh)



O Método de Cura Espiritual das Ilhas Polinésias , conhecido como HUNA, significa "segredo" e existe há mais de 5000 anos. É um sofisticado sistema de manipulação de energia com ênfase na conectividade da espiritualidade cósmica do Ser Humano com a Terra, seu corpo e suas emoções. Integra mente, corpo e espírito em ações e materializações para a felicidade pessoal e de nossa "teia-de-vida". Nos ensina a celebrar a vida no plano físico e a ver a espiritualidade em todas as coisas, nas materializações.



Acredita que a chave para viver uma vida integral esta em despertar e integrar nosso Eu Inferior ( Subconsciente ), com o Médio (Consciente ) e o Superior ( Espiritual Ou Superconsciente ). Através dessa integração, Huna esta centrada no Amor e enxerga o Ser Humano, a Natureza e o Divino como partes harmoniosas de uma mesma comunidade cósmica.



Huna nos fornece um conjunto de práticas shamanicas simples mas, profundamente transformacionais, que nos abre e amplia o mundo espiritual.

Historicamente o KAHUNA é o Mestre Espiritual Guardião do conhecimento HUNA e da Tradição. Quando os ingleses se instalaram nas ilhas havaianas a prática HUNA foi proibida e o KAHUNAS tiveram que trabalhar na clandestinidade. Assim, a Sabedoria Espiritual HUNA ficou oculta por muitos anos. Hoje, nessa nova idade do Planeta, a prática HUNA uma vez mais emerge – através de muitos poucos eleitos - para nos ajudar a CURAR a NÓS e ao todo de forma abrangente e total.



Como brilhantemente cita Max Freedom Long:



“Se você não está utilizando o método HUNA, você está trabalhando com um esforço muito maior do que precisaria!”

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Pensamento para os Dias 7 e 08/12/2011




Pensamento para o Dia 08/12/2011

“Viva sempre em pensamentos sublimes. Quando o ar enche uma bola de futebol, ela assume a forma de uma esfera. Quando se enche um balão, ele toma a forma de um balão oval ou esférico. Igualmente, a mente toma a forma dos objetos com os quais ela está apegada. Se ela se fixa a pequenas coisas, torna-se pequena. Se estiver fixa em coisas nobres e grandiosas, torna-se nobre e grandiosa. A câmera tira uma foto de qualquer coisa para a qual estiver direcionada; assim também é com a mente. Tenha discernimento antes de desenvolver apego. Se seu apego for direcionado para cônjuge e filhos, terras e prédios, contas bancárias e saldos, você irá experimentar sofrimento quando eles declinarem. Desenvolva apego sincero e firme pelo Divino e você crescerá em amor e esplendor. Devoção não é uma questão de contas de rosário e barbas, nem é adoração representada por flores, cânfora ou toque de sinos. Você é julgado pela sua disciplina espiritual, pensamentos e controle dos sentidos.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 07/12/2011

“Um verdadeiro herói é a pessoa firme que não se abala, de modo algum, pelos altos e baixos causados pelas ondas estrondosas do mar da vida. Tal pessoa nunca perde o equilíbrio; isso torna-se parte de sua natureza! Aquele que mantém sua programação de disciplina espiritual, independente de atrações ou distrações, é uma pessoa sábia, também chamada de Dheera. Dhee significa Buddhi (intelecto) e essa é a verdadeira qualidade do homem. Não é o traje ou o bigode que caracterizam o "herói". A verdadeira natureza humana prospera com a rejeição da dualidade de alegria e tristeza, e todas as suas ações devem ser para conquistar os dois. Sua vitória deve ser sobre inimigos internos, em vez dos externos. Então, o fruto que você conquista é a imortalidade! Coisas do mundo não podem conferir esse estado de bem-aventurança. Quando você verdadeiramente e continuamente supera alegria e tristeza, a bem-aventurança que alcança é absoluta, independente e completa.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Pensamento para o Dia 30/11/2011




“O que existe é apenas aquele que percebe tanto o sonho como o estado de vigília - o "Eu". Conheçam tal "Eu" e reconheçam que "Eu" é o mesmo que "Ele" (Deus). Você pode saber isso apenas por intensa disciplina espiritual, que não é maculada por raiva, inveja e ganância - os vícios que brotam do ego. Você deve observar cuidadosamente e controlar esses vícios. Quando você fica com raiva, você age como se estivesse possuído por um espírito do mal; seu rosto torna-se feio e assustador. Como a lâmpada vermelha piscando quando o perigo se aproxima, os olhos e o rosto ficam vermelhos e agem como um aviso para você. Preste atenção a esse sinal e silenciosamente fuja para um lugar solitário. Não dê vazão livre a palavras maliciosas. Uma vez que você cresce em sabedoria, o ego irá naturalmente cair. Portanto, desenvolva sabedoria e diferencie a natureza efêmera de todas as coisas objetivas. Então, o ego terá uma morte natural no campo do seu coração e você alcançará a salvação.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Pensamento para o Dia 24/11/2011




“A paz é um estado de espírito que está bem dentro de seu próprio eu. Ela emana do coração da pessoa. Há reação, ressonância e reflexo para tudo no mundo. Somente quando há ódio em si que você verá ódio nos outros. Às vezes, mesmo que ninguém lhe faça mal, você tenta machucar os outros. Faça o que fizer aos outros, você definitivamente experimentará o resultado dessa ação e o que quer que ouça ou experimente é tudo devido à reação, reflexo e ressonância de suas próprias ações e sentimentos; os outros não são responsáveis por isso. Você esquece essa verdade simples e lamenta: "fulano de tal está me acusando ou causando dor em mim ou me machucando", e assim por diante. Muitas vezes você tende a lutar e ferir os outros. A partir de hoje, sempre os ajude, nunca faça mal a ninguém. Siga sua consciência; ela o ajudará a manifestar qualidades nobres.”

Sathya Sai Baba

domingo, 20 de novembro de 2011

Pensamento para o Dia 19/11/2011




“Vemos atualmente no mundo desordem, violência e conflito. Para curar esses males é preciso descartar o egoísmo, a ganância e outras características ruins, e elevar-se acima da natureza animal. É por meio da caridade (altruísmo) que você alcança a pureza. Com pureza de coração você pode alcançar a Unidade que levará, então, à Divindade. A morada da vida humana deve ser construída sobre a caridade, a pureza, a unidade e a Divindade. As mulheres desempenham um papel crucial em cultivar esses quatro pilares. Verdade, sacrifício e paz são qualidades predominantes nas mulheres. Uma boa esposa é de importância apenas para o marido, enquanto uma boa mãe é um patrimônio nacional. Apenas mães dedicadas podem oferecer à nação filhos que se esforçarão para o grande futuro do país. Boas e tolerantes mães, que cuidam da pureza e do crescimento espiritual dos seus filhos e do bem-estar da comunidade, são a necessidade atual. ”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Pensamento para o Dia 27/10/2011




“No momento do nascimento não se tem atributos bons ou maus. As mudanças ocorrem em sua natureza devido ao alimento consumido, à influência dos amigos etc. Desenvolve-se ego e apego através da companhia que se mantém. Na medida em que começa a se educar, você desenvolve orgulho e acolhe pensamentos arrogantes a respeito da sua superioridade sobre os outros. Essa vaidade polui o coração. Quando a água se mistura ao leite, deve-se fervê-lo para torná-lo puro. Da mesma forma, deve-se realizar várias práticas espirituais (Sadhana) para limpar o coração de impurezas. É somente quando o coração se derrete no calor do Amor Divino que você conseguiu remover as más características. Fique claro que você é a causa de seu destino, bom ou mau. Deus não é responsável pela causa do seu sofrimento e você é livre para moldar seu futuro. Assim, você se aproximará de Deus com um passo mais firme e uma mente mais lúcida.”

Sathya Sai Baba

sábado, 22 de outubro de 2011

Pensamento para o Dia 22/10/2011




“Você fará rápido progresso no caminho espiritual se superar os obstáculos difíceis de raiva, orgulho, vaidade, da tendência para procurar defeitos nos outros, etc. Estes operam inconscientemente, como as correntes nas profundezas do oceano. Você deve ser vigilante para não perder a calma, mesmo nas pequenas coisas, pois isso obstruirá seu progresso. A raiva é a mãe de todo o comportamento errado e pode levar qualquer pessoa a maus caminhos, a qualquer momento e sob qualquer forma. Então, em primeiro lugar, sublime-a pelo esforço sistemático. Acolha alegremente qualquer um que aponte seus defeitos; seja grato a eles. Nunca nutra ódio por eles, pois isso é tão ruim quanto odiar o bom. Você deve amar o "bom" e rejeitar o "mau". Lembre-se, o "mau" não deve ser odiado, mas abandonado ou evitado. Cultive a humildade e o amor para com todos; hábitos indesejáveis desaparecerão de você.”

Sathya Sai Baba

sábado, 15 de outubro de 2011

Pensamentos para os Dias 14 e 15/10/2011




Pensamento para o Dia 15/10/2011

“Em um jogo de futebol, os jogadores de ambos os lados continuam a chutar a bola até que ela seja enviada ao gol. Eles devem fazer com que a bola não vá além dos dois postes que definem o gol. O objetivo da vida também consiste de dois postes: secular e espiritual. Você nasceu como um ser humano com o objetivo de não nascer de novo. Você deve viver dentro do campo das buscas secular e espiritual. As seis más características - luxúria, ira, ganância, desejo, orgulho e ciúme estão de um lado, e as boas qualidades - verdade, retidão, paz, amor, não violência e sacrifício estão do outro lado. O jogo é entre essas duas equipes. Se você trilhar o caminho divino você pode experimentar paz e também compartilhá-la com os outros. Então você estará liberto.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 14/10/2011

“A coisa correta a fazer é perceber o Atma (Eu Divino) em todos e sempre ajudar e nunca ferir. Veja a Divindade em todos e realize atividades sagradas. Se você não puder ajudar, pelo menos não faça o mal. Estar ligado ao mundo pelo apego aos objetos mundanos é o caminho errado. Em vez disso, adote a atitude positiva de virar-se para a Divindade. A diferença reside apenas em direcionar sua mente. Vire-a para o mundo e você se prende; vire-a para Deus e você se liberta. Deus é sem nascimento e morte e é uma testemunha eterna; você deve se esforçar muito para conquistar o amor de Deus. Quem recebe o amor de Deus receberá o amor de todos. Se você perceber que o Amor é Deus, você não se apegará às coisas mundanas.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Pensamento para o Dia 11/10/2011




“Muitas pessoas realizam Sadhana (exercícios espirituais) a fim de perceber a Divindade. Mas, se eles não entendem as qualidades humanas, todos os esforços tornam-se exercícios de futilidade. Sem aprender o alfabeto, como se pode adquirir o significado e o uso de palavras, frases e sentenças? Valores humanos são os alfabetos básicos da espiritualidade. Desenvolva valores humanos e fé inabalável no Divino. Domine isso e seu Sadhana será eficaz. Você também deve compreender que não existe prazer sem dor e que a dor é apenas um intervalo entre dois prazeres. Sempre que tiver uma experiência desagradável, você deveria ter a fé inabalável de que isso é para algo bom que você estará desfrutando em um futuro próximo e, portanto, pare de se preocupar.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Pensamento para o Dia 29/09/2011




“Para se concentrar eficientemente, coloque sua atenção em uma forma que lhe dá contentamento. Sente-se em postura de lótus (padmasana) e fixe os olhos na ponta do seu nariz. No início, pratique a meditação por um minuto; em seguida, por três minutos. Poucos dias depois, tente por seis minutos e depois de algum tempo, durante nove minutos. Assim, a concentração deve ser reforçada de forma gradual, sem pressa indevida. Lentamente, a mente pode ser mantida por até meia hora; essa disciplina deve ser desenvolvida de forma constante. Com a prática, a mente ficará fixa e o poder de concentração aumentará. Para atingir a concentração e adquirir unidirecionalidade, você deve se submeter a algum nível de esforço. Você deve fixar sua mente no Senhor e manter fora do plano mental todos os outros pensamentos. Por realizar tal exercício constantemente, sua visão estará firmemente fixa no Senhor que reside em seu coração. Isto é, na verdade, o objetivo, a fruição plena da meditação.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Pensamento para o Dia 21/09/2011




“A mente concebe um objeto e brinca com ele um pouco, mas logo o descarta e corre atrás de outro que acha mais atraente! O Sadhaka (aspirante espiritual) tem que estar sempre atento a essa tendência da mente. Quando a mente pula de um lado para o outro, ela deve ser trazida de volta para o caminho e objeto corretos através da concentração e meditação. Essa é a prática espiritual correta. Se o aspirante não se esforça para alcançar esta unidirecionalidade e permite que a mente siga seus caprichos, esta prática merece ser chamada de "meditação macaco", um tipo de meditação que é realmente muito prejudicial ao progresso espiritual. Você deve redirecionar a mente para se concentrar, focar e ser unidirecionada. Concentração lhe confere alegria divina, sabedoria além da medida, visão interior, introspecção às verdades mais profundas, compreensão mais clara e união com Deus.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Pensamento para o Dia 12/09/2011




“Nesta era de tecnologia está se tornando cada vez mais difícil levar uma vida pacífica; as pessoas são vítimas de várias doenças físicas e mentais. Muitas pessoas nas cidades, que estão na linha de frente da civilização, perderam o prazer do sono natural. Eles experimentam apenas o sono artificial induzido por comprimidos. Devido ao uso excessivo de medicamentos, problemas cardíacos e pressão arterial estão em ascensão. As pessoas estão se tornando insalubres destroços que estão perdidos no medo e na ansiedade. Drogas e pílulas são produzidas aos milhões, mas o estado geral da saúde não melhorou. De fato, novas variedades de doenças surgiram e estão se desenvolvendo rapidamente. Apenas poucas pessoas inteligentes já perceberam a eficácia da yoga e de outras práticas espirituais. Eles têm confirmado isso através de sua própria experiência.”

------------------------------------------

“O apego faz a mente apoiar-se nas coisas do mundo. Quando a mente está livre de apego, ela não se afeta pelo mundo objetivo. A mente é como um pano e há três diferentes impulsos que a colorem: sátvico, impulsos puros que a tornam branca; rajásico, tendências inquietas que a tornam vermelha e tamásico, impulsos preguiçosos que lhe conferem uma cor preta. Algumas pessoas acham esses impulsos muito difíceis de controlar, mesmo depois de muitos anos de prática. Se você é perturbado por essas inclinações, você deve fortalecer-se pela fé e agir para conquistá-las através da força de vontade. Meditação e concentração podem ajudá-lo a superar esses impulsos.”

Sathya Sai Baba

---------------------------------------------------------

“Lembre-se, aquele que é escravo de impulsos e tendências (Vasanas) é desprovido de sabedoria (Jnana). Na verdade, ele ou ela é uma pessoa fraca! No entanto, tão logo os impulsos sejam extirpados, você pode conseguir de volta a natureza divina que foi perdida por negligência. Os impulsos invadem o reino do coração; eles causam problemas intermináveis. Eles o lembram dos prazeres, agitando a memória com experiências passadas e você começa a ansiar por elas novamente. Os desejos fazem os sentidos e a mente participarem de atividades frenéticas. Então, você tenta recolher e desfrutar das coisas que deseja. Tudo isso acontece em um piscar de olhos, por assim dizer. Os impulsos operam de modo sutil e poderoso. Os impulsos são a causa de toda felicidade mundana. Se eles estiverem presentes, toda a pureza é arruinada; se eles estão ausentes, a mente é transparente e pura.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Pensamento para o Dia 08/09/2011




“A árvore gigante chamada mente possui duas sementes: impulso (Vasana) e respiração (Prana). A semente se torna árvore; a árvore produz a semente. A respiração se move por causa dos impulsos; os impulsos agem por causa da respiração. Se um desses é destruído, o outro também é. Então, para purificar os impulsos e tornar a mente livre das influências negativas; a ignorância (Ajnana) deve ser convertida. A ignorância não existe sozinha; ela tem um filho: o ego ou egoísmo (Ahamkara), um demônio. Esse demônio tem dois filhos, apego ou paixão (Raga) e impulso (Vasana). Eles são irmãos estreitamente relacionados. Através do apego, têm-se os sentimentos de eu e meu; os sentimentos provocam o desejo e os desejos geram preocupação. Portanto, você deve remover o ego e o apego e os impulsos devem ser aniquilados. Através de meditação e de práticas espirituais, você pode superar a ignorância, o ego, o apego e purificar os impulsos. Isso o tornará liberto.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Pensamento para o Dia 24/08/2011




“Deus é a encarnação do Amor. O homem, que é uma imagem do Divino, deve ter o amor como sua qualidade básica. Por que, então, o homem está infectado com características como ódio, inveja, orgulho e vaidade? O motivo é: o coração do homem está poluído por seu amor estar voltado aos objetos externos. A imagem do Senhor não pode ser impressa em um coração que está impuro. Somente quando percebe a onipresença e onisciência de Deus que o homem pode compreender a natureza da Divindade. Só então ele irá reconhecer a Divindade dentro de si. Para experimentar a alegria que brota de um devoto que tenha desenvolvido amor magnético por Deus (Sannikarsha Bhakti), você deve mostrar amor e reverência para com os idosos e servi-los com humildade e respeito. Pelos semelhantes, você deve mostrar amor e simpatia. Pelos jovens, você deve estender simpatia e carinho. Por esses meios você pode demonstrar seu amor e respeito pelo Divino que está em cada um deles e em todos nós.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Pensamento para o Dia 17/08/2011




“A vida humana é cercada de altos e baixos, alegrias e tristezas. Essas experiências devem servir como marcos para o homem. A vida seria sem graça se não houvesse provas e dificuldades. São essas dificuldades que revelam os valores humanos no homem. Você não pode obter o suco da cana sem esmagá-la. Você não pode aumentar o brilho de um diamante sem cortá-lo e fazer muitas facetas. Deve-se descartar sua mesquinhez e desenvolver uma mente aberta através do cultivo do amor. Somente quando você sofrer várias dificuldades poderá experimentar a doce bem-aventurança da autorrealização. Portanto, as dificuldades devem ser bem-vindas e superadas. Quando você superar as dificuldades, terá certeza de experimentar a Divindade.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Pensamento para o Dia 20/07/2011




“A palavra Karma (ação) é curta e concisa. Mas, a ideia e os ideais que ela transmite são de grande importância para a humanidade. Eles são de dois tipos: material e espiritual, Loukik (conectado a este mundo) e Vaidik (extraídos dos Vedas ou determinações das escrituras). O Karma que apenas sustenta a vida é material. O Vaidik eleva o ser humano ao Divino e baseia-se nas escrituras. Karma não é simplesmente físico; ele é também mental e verbal. Karma reúne toda atividade do homem -- mundana, de acordo com as escrituras e espiritual. Todas as três vertentes estão, na verdade, entrelaçadas. As ações mundanas implicam em mérito ou demérito. As ações escriturais estão saturadas com a experiência de gerações de bons buscadores. O espiritualmente focado irá dedicar-se à purificação do coração, de modo que o Deus interior possa ser ali refletido.”

Sathya Sai Baba

sábado, 16 de julho de 2011

Pensamento para o Dia 15/07/2011




“Guru Purnima é o dia em que você decidir se tornar mestre de seus sentidos e intelecto, de suas emoções e paixões, de seus pensamentos e sentimentos através de disciplina espiritual (Sadhana). Mesmo durante a meditação (Dhyana), o ego vai perturbá-lo. Portanto, ofereça-se totalmente a Deus. Essa total dedicação não pode emergir de erudição. Um estudioso pode estar poluído por ego; ele deleita-se em colocar prós e contras uns contra os outros; ele levanta dúvidas e perturba a fé, misturando o secular com o espiritual, a fim de obter lucros mundanos. Mas, você deve oferecer orações a Deus para alcançar o progresso espiritual. Portanto, envolva-se em Sadhana (prática espiritual) sem demora. Cultive virtudes; livre-se de maus hábitos, pensamentos, palavras e ações. Cresça no amor e acolha a todos com amor. Esse é o caminho para o contentamento (Ananda).”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 12 de julho de 2011

Pensamento para o Dia 12/07/2011




“Todo ser vivo deve alcançar a realização; esse é o destino. A extensão e a dificuldade da viagem são determinadas pela natureza dos efeitos cumulativos de muitas vidas. A fim de alcançar o cumprimento no campo espiritual, a ajuda daqueles que têm dominado o caminho é extremamente necessária. Essa orientação pode ser transmitida apenas de um coração para outro coração, quando um parentesco íntimo entre o buscador e o Mestre é estabelecido. Textos, comentários, guias geram apenas dúvidas, discórdias e discussões. Argumentações podem desenvolver apenas habilidade e perícia. Somente a experiência adquirida através da intuição é válida no reino do espírito. Para a jornada da intuição para a iluminação, as camadas de egoísmo e seus males devem ser penetrados e destruídos. O Guru será de grande ajuda nessa aventura. Pois, somente Aquele que alcançou o objetivo pode guiar o peregrino. Sem o Guru, o aspirante tende a vaguear no deserto.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Pensamento para o Dia 01/07/2011




“A fé é como um vulcão em atividade. Dúvidas são como sementes. Nenhuma semente brotará em um vulcão ativo. Se suas dúvidas estão se multiplicando, significa que sua fé é fraca e instável, semelhante a um vulcão extinto. Onde há dúvidas, não pode haver fé. Suas dúvidas surgem ou desaparecem por causa de seu karma (ação) passado. Se sua fé é forte, nenhuma dúvida surgirá. Para realizar a Divindade, primeiro você deve se livrar de todas as suas dúvidas. De tempos em tempos, Deus sujeita você a vários testes. Esses não se destinam a puni-lo como você pode imaginar, mas para fortalecer a sua fé. Lembre-se sempre que o Divino age como testemunha. O Divino mostra o caminho para a auto-realização.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Pensamento para o Dia 27/06/2011




“Se você vê o mundo com amor, ele se mostrará cheio de amor. Se você o vê com ódio, tudo lhe parecerá adverso. Os olhos cheios de amor cintilam com brilho e alegria. Olhos cheios de ódio mostram-se vermelhos e com medo. Seus pensamentos determinam suas ações - boas ou más. O mundo externo refletirá seus pensamentos. Você deve considerar todo o universo como um templo de Deus. Você deve considerar tudo que é belo e grande na natureza - as altas montanhas, os vastos oceanos, as estrelas no céu - como proclamando a glória e o poder do Divino. A doce fragrância das flores, o suco delicioso das frutas também devem ser considerados como símbolos do amor e da compaixão de Deus.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 24 de junho de 2011

I Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade - TEXTO RETIRADO DA INTERNET

Publicado em Quinta, 23 Junho 2011 19:07


Escrito por RETRANS



(http://www.orion.med.br/index.php/transpessoalidade/retrans/1383-i-encontro-nordestino-ciencia-e-espiritualidade)



Psique e Transpessoalidade



A cada dia a Ciência moderna elabora novas experiências, demonstrações e pressupostos, e cada vez mais um número maior de físicos, bioquímicos, neurocientistas, psiconeuroimunologistas, matemáticos, educadores, médicos, psicólogos e psicoterapeutas, além de outros profissionais e estudiosos, vêm participando dessas elaborações.



Para tanto, conceitos chaves que envolvem ressonâncias, teorias de campo, relações, interconexões e padrões em Rede têm sido demonstrados, tendo no conceito de energia e de “cons-ciência” um elo de ligação comum, culminando para uma percepção cada vez mais ampla do humano e do “uni-verso”, formatando matrizes que fundamentam o “re-ligare” do Ser em sua multidimensionalidade bio-psico-social, cósmica e espiritual.

Resgatar a unidade fundamental do humano, indo além da separatividade, e promover o “re-ligare” do Ser consigo mesmo e com o “uni-verso” que o cerca, envolve um olhar acerca da experiência humana profundamente ético e construtivo, fundamentado nas mais modernas teorias e pressupostos científicos, que “re-estabelecem” toda uma Ecologia do Ser / “cons-ciência” – elementos da teoria e da prática em Psicologia Transpessoal.



Surgida nos anos 60 e considerada a Quarta Força na Psicologia, após o Comportamentalismo, a Psicanálise e as Abordagens Humanistas, a Psicologia Transpessoal: "é o estudo científico e empírico dos vários níveis ou estados da consciência e suas relações com nossa percepção da realidade, crenças, valores e ações (...)



A Psicologia Transpessoal engloba os aspectos do desenvolvimento psíquico já estabelecido pela Psicologia Clássica, ampliando-os, concebendo a realidade em níveis ampliados de consciência, refletindo uma gama de experiências e de possibilidades do Universo da experiência humana” (Saldanha, 1997), o que a faz profundamente científica e espiritual em sua busca pela integração e totalidade.

A Psicologia Transpessoal surge em um momento de transição e integração do saber, em uma nova etapa da ciência e da consciência humana. Como cientistas e estudiosos que somos, “é necessário que estejamos abertos a todas as possibilidades e manifestações da mente que muito antes de pertencer a uma ou outra escola psicológica, ou de ser propriedade de uma religião instituída, são, acima de tudo, questões do homem no planeta terra” (Saldanha, 1997).



Nesse sentido, a Rede Nordestina de Psicologia e Psicoterapia Transpessoal veio, através do I Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade, buscar o incremento à atividade científica em Psicologia e Psicoterapia Transpessoal, junto a profissionais, estudantes e o público em geral, na busca de criar espaços de trocas e re-encontros possíveis, contribuindo ao aperfeiçoamento profissional, divulgação ética e coerente da Psicologia Transpessoal, geração de novas oportunidades, discussões teóricas e de aperfeiçoamento do sentido de comunidade e re-integração entre as pessoas envolvidas, incluindo, também, o público em geral interessado em Ciência e Espiritualidade. Para tanto, percebeu-se no tema Psique e Transpessoalidade o retrato atual de nossas buscas.



Portanto, tecer alguns fios de conexões que sustentam a Rede de relações entre psique (alma) e transpessoalidade (dimensão além / através / por entre o “eu pessoal”) parece uma proposta possível para o I Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade.



O Encontro, realizado no Hotel Porto d’Aldeia, um dos mais bonitos, amplos e aconchegantes da capital Cearense, situado em regiões de dunas em torno de uma vista panorâmica, ao longo do litoral, teve a seguinte programação:



Sexta-Feira, 22 de outubro de 2004

07:30h – 08:00h – CREDENCIAMENTO

08:00h – 10:00h – MINI-CURSOS 1, 2 e 3 (MC1, MC2 e MC3) e Vivência 1 (V1)

Sala 1 - MC1: O que é Psicologia Transpessoal - Vera Saldanha (Psicóloga – SP)

Sala 2 - MC2: Meditação: um Estado de Consciência - Cláudio Azevedo (Médico - CE)

Sala 3 - MC3: Experiência Somática na Cura dos Traumas - Sônia Gomes (Psicóloga - RJ)

Sala 4 - V1: Re-vivendo a Escolha: Um Caminho pelo Coração - Paula Guimarães (Pedagoga-CE)

10:00h – 10:30h – INTERVALO

10:30h – 12:30h – MINI-CURSOS 1, 2 e 3 (CONTINUAÇÃO) e Vivências 2 e 3 (V2 e V3)

Sala 4 - V2: Sonhos e Transpessoalidade - Jane Eyre de Melo (Filósofa e Psicóloga - CE)

Luxor Hall - V3: Resgatando as Memórias Sagradas do Corpo - Luiza Helena de Paula (Psic..-CE)

12:30h – 14:00h – ALMOÇO

13:00h – 14:00h – CREDENCIAMENTO

14:00h - 18:30h - II ENCONTRO DA RETRANS

14:00h – 16:00h – MINI-CURSOS 4, 5 e 6 (MC4, MC5 e MC6) e Vivências 4 e 5 (V4 e V5)

Sala 1 - MC4: Corporificando à Consciência - Odelívia Costa (Psicóloga - CE)

Sala 2 - MC5: A Espiritualidade Essencial: as Sete Práticas Centrais para Despertar Coração e Mente - Aurino Lima (Psicólogo - PE)

Sala 3 - MC6: Mandala: Um Caminho de Autoconhecimento - Débora Diógenes (Psicóloga - RN)

Sala 4 - V4: Arte, Arteterapia e Transpessoalidade - Cristiana Moura (Psicóloga - CE)

Luxor Hall - V5: Cuidadoteca: Cuidando do Corpo com Consciência - Teresa Mariotti (Enferm. - BA)

16:00h – 16:30h – INTERVALO

16:30h – 18:30h – MINI-CURSOS: 4,5 e 6 (CONTINUAÇÃO) e Vivência 6 (V6)

Sala 4 - V6: Desatando Nós – Criando Laços: Uma Busca do Ser - Berilana Cavalcante (Psic.- CE)

18:00h – 19:30h – CREDENCIAMENTO

19:30h – 20:00h – CERIMÔNIA DE ABERTURA (AUDITÓRIO CENTRAL)

20:00h – 21:00h – CONFERÊNCIA DE ABERTURA: “Psique e Transpessoalidade”: Vera Saldanha (Psicóloga – SP)

21:00 - 22:00h – COQUETEL/ APRESENTAÇÃO ARTÍSTICA

Sábado, 23 de outubro de 2004

07:30h – 08:00h - CREDENCIAMENTO

08:00h – 10:00h – Quatro Apresentações de Temas livres por Eixos Temáticos (ET) e Vivências 7 e 8 (V7 e V8)

Sala 1 - ET1: Práticas em Psicoterapia Transpessoal. Coordenação: Vera Saldanha (Psicóloga - SP)

Sala 2 - ET2: Transpessoalidade e Responsabilidade Social. Coordenação: Marlos Bezerra (Psicólogo - RN)

Sala 3 - ET3: Relatos de Casos Clínicos. Coordenação: Aurino Lima (Psicólogo - PE)

Sala 4 - V7: O Caminho da Autotransformação - Fátima Macêdo (Enfermeira - BA)

Luxor Hall - V8: O Eterno Florescer da Vida: O Re-encontro de Perséfone e Deméter - Betânia Moura (CE)

10:00h – 10:30h – INTERVALO

10:30h – 12:30h – MESA REDONDA 1 (MR1) e Vivência 9 (V9)

Auditório - MR1: “Ciência e Espiritualidade: A Cons-ciência da Re-conexão no Novo Paradigma”

Moderador: Marlos Bezerra (Psicólogo - RN)

1. A Física Quântica e as Tradições Sapienciais - Cláudio Azevedo (Médico - CE)

2. A Multidimensionalidade do Ser - Vera Saldanha (Psicóloga - SP)

3. Ciência e Espiritualidade - Aurino Lima (Psicólogo - PE)

Salas 1 e 2 - V9: Lidando com a Morte e Melhorando a Qualidade de Vida - Salete Menezes (Psicóloga - PE)

12:30h – 14:00h – ALMOÇO

14:00h – 16:00h – Quatro Apresentações de Temas livres por Eixos Temáticos (ET), Mesa Redonda 2 (MR2) e Vivência 10 (V10)

Sala 1 - ET4: Investigação Acadêmica em Espiritualidade. Coordenação: Francisco Cavalcante Júnior (Psicólogo - CE)

Sala 2 - ET5: A Educação do Ser e a Espiritualidade. Coordenação: Fátima Limaverde (Pedagoga - CE)

Sala 3 - ET6: Diversidades em Transpessoalidade. Coordenação: Jane Eyre de Melo (Filósofa e Psicóloga - CE)

Auditório - MR2: “Corpo e Mente: Uma Visão Transpessoal”

Moderador: Luiza Helena de Paula (Psicóloga - CE)

1. A Dimensão Corporal na Re-conexão com a Espiritualidade do Ser - Oderlívia Costa (Psic.- CE)

2. Os Registros Corporais no Trauma - Sheila Bispo (Psicóloga - RJ)

3. Psique e Espiritualidade - Delzilene Macedo (Médica - CE)

Sala 4 - V10: Centros de Força: Vivenciando a Vitalidade Fís., Emoc. e Espirit.-Sarita Cesana (Psicóloga - RN)

16:00h – 16:30h – INTERVALO

16:30h – 18:30h – MESA REDONDA 3 (MR3) e Vivências 11 e 12 (V11 e V12)

Auditório - MR3: “A Pesquisa Científica: Os Novos Paradigmas e a Espiritualidade”

Moderador: Francisco Cavalcante Júnior (Psicólogo - CE)

1. A Bioenergia Celular e a Medicina Ortomolecular - Dary Alves (Médico - CE)

2. Medicina e Espiritualidade - Eliane Oliveira (Médica - CE)

3. Personalidade, Bem-estar e Espiritualidade - Gisneide Nunes (Psicóloga - CE)

Luxor Hall - V11: Biodança e a Sacralização da Vida - Ruth Cavalcante (Psicopedagoga - CE) e Cássia Regina (CE)

Salas 1 e 2 - V12: Resgatando o Feminino pelo Caminho das Deusas - Ligia Canalles (Psic.- PE)

19:30h – 21:30h – PROGRAMAÇÃO DE INTEGRAÇÃO – APRESENTAÇÃO CULTURAL

Domingo, 24 de outubro de 2004

08:00h – 10:00h – MESA REDONDA 4 (MR4)

Auditório - MR4: “Doença e Cura: Uma Visão Transpessoal”

Moderador: Eduardo de Almeida (Psicólogo - CE)

1. O Sagrado na Cura do Ser - Expedito Braga (Psicólogo - BA)

2. O Autoconhecimento na Descoberta do Ser - Fátima Macedo (Enfermeira - BA)

3. A Experiência da Morte no Processo de Cura - Salete Menezes (Psicóloga - PE)

10:00h – 10:30h – INTERVALO

10:30h – 12:30h – MESA REDONDA 5 (MR5)

Auditório - MR5: “A Transdisciplinaridade na Ecologia do Ser”

Moderador: João Vicente (Psicólogo - CE)

1. Compreendendo a Transdisciplinaridade - Clerton Martins (Historiador - CE)

2. O Ser na Transdisciplinaridade - Maria do Socorro Sousa (Pedagoga - CE)

3. A Promoção da Paz e a Ecologia do Ser - Fátima Tavares (Psicóloga - RN)

12:30h – 13:00h – ENCERRAMENTO



________________________________________

DIAGRAMA GERAL DA PROGRAMAÇÃO

Horário (h) Dia 22

(Sexta – feira) Dia 23

(Sábado) Dia24

(Domingo)

S.1 S.2 S.3 S.4 Luxor Hall S.1 S.2 S.3 S.4 Aud. Luxor Hall Aud.

08:00 - 10:00 MC1 MC2 MC3 V1

TL 1, 2, 3 e 4 TL

5, 6, 7 e 8 TL

9, 10, 11 e 12 V7 V8 MR4

10:00 - 10:30 I N T E R V A L O



10:30 - 12:30

MC1

MC2

MC3

V2

V3

V9

V9

_

_

MR1

MR5

Encerramento

14:00 - 16:00 MC4 MC5 MC6 V4 V5 TL

13, 14, 15 e 16 TL

17, 18 19 e 20 TL

21, 22, 23 e 24 V10 MR2



16:00 - 16:30 I N T E R V A L O

16:30 - 18:30 MC4 MC5 MC6 V6

V12 V12 _ _ MR3 V11 _

19:30 _ 20:30 _ _ _ _ Conf. Abertura Programação Cultural

_

20:30 _ 22:00 Coquetel / Apresentação Artística _



 M.C.: Mini Curso (total:06) / V: Vivência (total:12) / Int.: Intervalo / Conf. Abertura: Conferência de Abertura / T.L.: Tema Livre (total: 24) / M.R.: Mesa Redonda (total: 05)

 Enc Rede:* Encontro da Rede Nordestina de Psicologia e Psicoterapia Transpessoal : Em espaço a ser definido.

 MC1: O que é Psicologia Transpessoal — Vera Saldanha (Psicóloga – SP)

 MC2: Meditação: um Estado de Consciência — Cláudio Azevedo (Médico - CE)

 MC3: Experiência Somática na Cura dos Traumas — Sheila Bispo (Psicóloga - RJ)

 MC4: Corporificando à Consciência — Oderlívia Costa (Psicóloga - CE)

 MC5: A Espiritualidade Essencial: as Sete Práticas Centrais para Despertar Coração e Mente— Aurino Lima (Psicólogo - PE)

 MC6: Mandala: Um caminho de Auto Conhecimento — Débora Diógenes (Psicóloga - RN)

 V1: Centro de Força: Vivenciando a Vitalidade Física, Emocional e Espiritual — Sarita Cesana (RN)

 V2: Sonhos e Transpessoalidade — Jane Eyre de Melo (CE)

 V3: Resgatando as Memórias Sagradas do Corpo — Luiza Helena de Paula (CE)

 V4: Arte, Arteterapia e Transpessoalidade — Cristiana Moura (CE)

 V5: Cuidadoteca: Cuidando do Corpo com Consciência — Teresa Mariotti (BA)

 V6: Desatando Nós – Criando Laços: Uma Busca do Ser — Berilana Cavalcante (CE)

 V7: O Caminho da Autotransformação — Fátima Macêdo (CE)

 V8: O Eterno Florescer da Vida: O Re-encontro de Perséfone e Deméter — Betânia Moura CE)

 V9: Lidando com a Morte e Melhorando a Qualidade de Vida — Salete Menezes (PE)

 V10: Re-vivendo a Escolha: Um Caminho pelo Coração — Paula Guimarães (CE)

 V11: Biodança e a sacralização da Vida — Ruth Cavalcante e Cássia Regina (CE)

 V12: Resgatando o Feminino pelo Caminho das Deusas – Ligia Canalles (PE)

sábado, 11 de junho de 2011

SERÁ SOBREVIVÊNCIAS? POR JOSÉ NILTON FIGUEIREDO

Será sobrevivências ?




Historicamente as Ciências Sociais nasceram explicando o homem e a sociedade humana pelo viés das ciências da natureza. Impregnou-se da idéia de que a sociedade era um organismo vivo, feito de partes (Augusto Comte, Herbert Spencer e Emille Durkeim). A idéia do orgânico e super-orgânico, de corpo social, tecido social e vai por aí, atrelou a objetividade científica das Ciências Sociais à Ciência à procura de leis do pensamento científico do Século XIX. Você já se deu conta de que ainda hoje nos pegamos falando de “tecido social” quando fazemos observações sobre a quantas andam esta ou aquela sociedade?



A revolução epistemológica do mesmo Século XIX tratou de elevar status ao campo científico pondo as coisas nos lugares através do compartilhamento do conhecimento, melhor seria dos olhares científicos sobre a realidade.



À objetividade científica da grande Ciência explicativa do mundo físico contrapôs-se a relativização das Ciências Sociais, já que estas cuidam de coisas complexas, distantes e mutáveis. O eminente antropólogo – Roberto da Matta – até brinca quando fala disso, usando um exemplo banal de “como se come um bolo”. Diz que não é a mesma coisa quando se come um bolo, seja na festa de aniversário, seja num lanche rápido, seja após a refeição etc, etc... E diz mais: essa mesma festa que ocorreu agora, não pode ser reproduzida em sua inteireza no próximo ano, porque lhes faltará a atmosfera da época, o clima do momento. Com suas palavras “Enfim, o conjunto criado pela ocasião social que de certo modo decola dela e, recaindo sobre ela, provoca o que podemos chamar de “sobredeterminações”, como a imagem projetada numa tela ou num espelho”. (Da Mattta, Roberto. Relativizando: uma introdução à Antropologia. Petrópolis: Editora Rocco Ltda., 1987, p.19.



Já nas Ciências da Natureza não tem pra ninguém. As leis não deixam muita abertura para muita conversa. Se misturo uma substância com outra qualquer o resultado será sempre o mesmo, seja no Sítio Rosto, no Japão ou no Himalaia. E quem conhece dessas leis e fazem essa ciência é chamado de cientista. É uma pessoa de refinado conhecimento, a gente só o ver de longe, o que ela diz é o que é; você só pode contrariá-lo se souber dos segredos da ciência, e só pode demonstrar isso futuramente, porque precisa de tempo para contrafazer sua verdade.



Mudando de pau para cacete( não é uma digressão), olha só: semana passada, fui chamado às pressas aqui em casa, para acudir um vizinho, o Gaibu, irmão de Nego de Abeia. Estava passando mal. Sua pressão estava em 200 por 140. Altíssima!. E ainda sentindo uma gastura. Liguei pro meu filho, ele me recomendou oferecê-lo três remédios e que eu o levasse para uma emergência.



Lá chegando, depois de duas horas de espera, disse para o médico, um sujeito baixinho e enfezado (ele tinha a cara cheia protuberâncias) o que havia feito com o doente. E ele me “mediu” dos pés à cabeça (eu estava de bermuda e chinelos) e, na bucha disse: você é médico?



Claro que eu compreendi. Doença é coisa séria, e quem entende delas são os médicos. Nenhuma outra pessoa pode medicar alguém; só quem é do ramo.



Mas, por que estou falando tudo isto? Só por falar nesta sábado friorenta do pé de serra. Longe de mim querer particularizar alguém e muito menos amigos por ter suas idéias e pô-las em movimento.



Digo sempre que as Ciências Sociais são tão importantes para a compreensão do homem e do mundo que não podem ficar somente nas mãos dos cientistas sociais...



Um abraço ao valoroso médico e escritor cratense Dr. José do Vale Feitosa.



Em tempo. O tema da sobreviências comportamentais na antropologia foi superado. No passado, quando se encontrava uma sociedade em que todas as mulheres eram chamadas por mâe, achava-se que seria uma sobreviência de um tempo em que a humanidade teria usado a promiscuidade nas realações sexuais. Depois, entendemos que as sociedades podem marcar suas descendência tanto pelo lado paterno (patrilinearidade) como materno (matrilinearidade). O grande Levi-Straus disse que a primeira lei social imposta à natureza teria sido a proibição do incesto.

José Nilton Figueiredo


CARIRICATURAS.BLOGSPOT.COM

11/06/2011

Pensamento para o Dia 11/06/2011




“Desenvolva Amor. Quando chegamos a este mundo, é só o amor que vem conosco. Do amor surge a verdade. Quando amor e verdade trabalham juntos, o lado humano encontra seu sustento. A mansão da vida humana pode ser construída com a autoconfiança como a fundação, auto-satisfação como o pilar e auto-sacrifício como o telhado. Somente então você pode alcançar a auto-realização na vida. Você deve começar com autoconfiança. Sem ela você não pode ter felicidade na vida. Como pode alguém que não tem confiança em si mesmo ter confiança nos outros? Não duvide de tudo. A dúvida coloca em risco a vida e aquele que duvida não conseguirá nada na vida. Desenvolva fé. Desista de todas as características doentias e leve uma vida ideal e bem-aventurada. A humanidade só floresce em um coração puro e lá encontra realização.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Pensamento para o Dia 08/06/2011




“Educação significa Vidya, que é o conhecimento do Eu Superior. Esse é o fundamento da educação. Os alunos devem adquirir uma educação sagrada, começando com pensamentos sobre Deus. Mesmo um motorista analfabeto na Índia reverencia o volante antes de ligar o veículo. Da mesma forma, um músico oferece saudação ao instrumento musical antes de tocá-lo. Assim, todo tipo de aprendizagem deve começar com o nome de Deus e da oração a Ele, e cada atividade deve ser realizada como uma oferenda a Deus, sem nenhuma artificialidade e ostentação. Graus adquiridos sem a essência da educação são apenas pedaços de papel. Os estudantes devem ter um coração puro e sagrado e a bondade da educação deve ser refletida em seus rostos. Na verdade, cada indivíduo deve estar imbuído de sentimentos divinos.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Pensamento para o Dia 06/06/2011




“Assim como todas as partes do corpo formam um organismo, da mesma forma todos os seres são como vários membros de Deus. Quando há uma lesão na perna, é o olho que derrama lágrimas. O mesmo tipo de relação íntima existe entre Deus e todos os seres, da mesma forma que existe entre os diferentes membros do corpo. Devemos perceber que nossas alegrias e tristezas são os reflexos de nossas próprias ações; elas não são causadas pelos outros. Culpar os outros ou a Deus por nossas dores é um grande erro. Você é seu próprio testemunho. Tudo neste mundo é reação, reflexo e ressonância. ”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Pensamento para o Dia 20/05/2011




“Alguns nascem saudáveis e outros, adoentados. Alguns levam vidas prósperas, despreocupadas, enquanto outros labutam durante toda a vida em terrível miséria. Certamente pode-se argumentar que há indícios suficientes da parcialidade revelada pela Criação ou o Criador. Tal inferência pode até parecer justificada do ponto de vista do homem comum. O caminho puro da cultura espiritual declara que isso não é absolutamente verdade! Deus não é a causa nem de sofrimento nem de alegria, de boa ou má fortuna! Então, quem traz o mal e o bem? A resposta é: nós mesmos! A chuva cai igualmente sobre a terra arada e a lavrar. Somente a terra arada consegue tirar proveito! As nuvens não são as culpadas. A falha reside no ignorante preguiçoso que deixa sua terra sem cultivo. A graça de Deus está sempre à mão. Ela não tem "mais ou menos," nem altos ou baixos. Podemos nos basear mais ou menos nisso, ou ignorá-lo, ou o usarmos para o nosso bem.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 10 de maio de 2011

Pensamento para o Dia 10/05/2011




“É o amor puro que concede a libertação. Você deve esforçar-se para atingir esse amor holístico. Para alcançar a libertação, as pessoas empreendem todos os tipos de práticas espirituais, mas o amor é o anseio profundo de todos os esforços espirituais. Bhakti (devoção) é uma prática espiritual baseada no amor. A devoção não é apenas entoar cânticos (Bhajans) ou realizar rituais sagrados. A verdadeira devoção é um fluxo direto de amor gratuito e incondicional do seu coração para Deus. Na prática espiritual que as pessoas empreendem, há um certo egoísmo. Ofereça o seu amor a Deus sem o menor traço de egoísmo ou desejo. A aniquilação do desejo é, na verdade, libertação.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Pensamento para o Dia 07/04/2011




“Meras palavras não são suficientes quando você reza. Você deve oferecer seu coração a Deus em oração. Grandes almas oferecem seus corações a Deus em oração. No Mahabharata, Draupadi, a esposa dos Pandavas, sempre rezava assim: 'Querido Senhor, eu Lhe adoro dia e noite. Por favor, seja misericordioso e me proteja. Se for compassivo comigo, não serei incomodada por todos os desafios e provações que possa ter de enfrentar'. Fiel a sua oração, ela sempre recebeu a proteção de Deus e superou inúmeros problemas que teve de enfrentar em sua vida. Sua devoção ao Senhor Krishna permaneceu inalterada, apesar de enfrentar muitos desafios e provações em sua vida. Alguns podem orar ao Senhor Rama, outros podem orar ao Senhor Krishna. Nomes e formas são muitos, mas a Divindade é uma só. O Atma é a Divindade sem nome sem forma.”

Sathya Sai Baba

sábado, 19 de março de 2011

Pensamento para o Dia 19/03/2011




“Quando as coisas estão plácidas, calmas e serenas, as pessoas podem fundir-se à atmosfera da Suprema Consciência, que é o mais elevado que se pode alcançar. A paz interior (Shanti) que elas experimentam é mais sutil que o mais sutil. Eles devem ascender até ela através de um esforço guiado pela razão, através da meditação. Quando o deleite é total e completo, não é diferente do status Divino, o objetivo almejado da vida! As pessoas geralmente não se esforçam para isso, pois elas não sabem nada sobre sua atração suprema.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 18 de março de 2011




“Quando falhas são encontradas em alguém, você concluirá que existem deficiências em seu comportamento, isso é tudo. Não conclua que não há um Atma Divino nele. Como resultado da companhia que ele preservou ou da ineficiência da sociedade na qual ele cresceu, as falhas surgiram nele. Elas não são nativas de sua natureza, que é do Atma. Você deve fornecer-lhe boa companhia e ambiente benéfico e persuadi-lo a associar-se a eles. Você não deveria, de nenhum modo, condená-lo como um incorrigível de nascença e mantê-lo afastado.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 16 de março de 2011

Pensamento para o Dia 16/03/2011




“Temos muito a aprender com os outros. Não é preciso duvidar desse fato. Aqueles que se recusam a aprender desse modo declaram-se tolos. Você pode aprender com os outros qualquer coisa que possa promover seu progresso espiritual e absorvê-lo ao máximo, de acordo com as linhas previstas para seu próprio progresso, em seu próprio caminho moral ou Dharma. Você deve viver como você mesmo, não como outra pessoa. Esteja imerso em seu Deus, em suas próprias crenças e sentimentos, na bem-aventurança que brota de seu próprio coração e no prazer derivado de sua prática espiritual (Sadhana). Se outros tentam impedi-lo de fazer isso, qualquer plano que teçam ou artifícios que empreguem, resista a eles. Não negue a si mesmo a consciência do Divino e do Êxtase Divino. Derrube as barreiras que se interpõem no caminho e obstruem o livre fluxo de divindade, doçura e força do fundo de seu coração.”

Sathya Sai Baba

terça-feira, 15 de março de 2011

LUMINAR - Boletim de Divulgação em Ciências Humanas e Espiritualidade

LUMINAR - Boletim de Divulgação em Ciências Humanas e Espiritualidade


NÚCLEO DE ESTUDOS EM CIÊNCIA, ESPIRITUALIDADE E FILOSOFIA.

UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI

NÚMERO 01/ABRIL 2010



(Texto recebido pela Internet http://luminar.no.comunidades.net/)



Editorial

Este ano, inauguramos o Boletim do Núcleo de Ciência, Espiritualidade e Filosofia - NECEF, Intitulado Luminar - Boletim de Divulgação em Ciências Humanas e Espiritualidade [http://luminar.no.comunidades.net/]. Nosso objetivo é poder oferecer aos alunos e demais leitores o acesso a textos, pesquisas e novidades relevantes que englobam o espectro temático das Ciências Humanas e Espiritualidade.

Em cada boletim, teremos as sessões de artigos, resenhas, dicas de filmes e agenda.

Nesta primeira edição, o professor Dr. Bernardo Melgaço nos presenteia com o artigo 'Por Que Precisamos Amar Uns Aos Outros?', no qual discute dentre outras coisas, a natureza humana do ego. Em outro momento, o Conselho Espírita Internacional oferece algumas informações sobre A Doutrina Espírita e o Espiritismo, como forma de divulgação desta filosofia de vida.

Também nesta edição, algumas notícias interessantes, como a aprovação da Lei Geral das Religiões e o Reconhecimento de Títulos do Mercosul. Na sessão Dicas de filmes os leitores terão acesso a três excelentes indicações. A sessão Agenda dará acesso a diversos eventos científicos que estão por acontecer, tanto no Brasil como no exterior, este ano de 2010.

Convidamos os interessados com escritos originais, afins com o nosso projeto editorial, a enviar-nos seus trabalhos - artigos, notas, resenhas, comentários ou opiniões -, desde que atendam às nossas normas de publicação e linha editorial.

Aos articulistas deste número, queremos manifestar nosso agradecimento por sua competente colaboração.

Gislene Farias de Oliveira e Cláudia Moura Pierre

Editoras do Boletim



domingo, 6 de março de 2011

Pensamento para o Dia 05/03/2011




“Há três estágios de Sadhana (prática espiritual). Eles são contemplação, concentração e meditação. Quando você fixa o olhar em uma forma, isso é concentração. Quando essa forma se afasta fisicamente e, depois de algum tempo, você ainda olha para tal forma com seu olho mental, isso é contemplação. Como resultado desse exercício, essa forma fica gravada em seu coração para sempre. Isso é meditação. Se você continuar meditando assim, a forma permanece em seu coração permanentemente. Você não deve limitar suas práticas espirituais apenas à concentração e contemplação. Embora seja verdade que esses representam os primeiros passos em suas práticas espirituais, você deve progredir. Você deve transformar concentração em contemplação e, posteriormente, em meditação. Quando você fizer essa transformação, você continuará a visualizar a forma de Deus a todo o momento. Os antigos Rishis (videntes) adotaram essa forma de meditação. É por isso que Deus se manifestava diante deles sempre que quisessem, conversava com eles e atendia seus desejos.”

Sathya Sai Baba

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

MENSAGENS ESPIRITUAIS PARA TODOS OS DIAS

Prezadas Amigas e Amigos,




Estou enviando abaixo duas mensagens espirituais do mestre indiano Sathya Sai Baba que devem ser gravadas em nossos corações (principalmente a primeira delas - dia 23/02/2011).



A primeira delas foi responsável pela minha saida da depressão no dia 23 de fevereiro último.



Atenciosamente,



Um abraço,



Bernardo







Pensamento para o Dia 23/02/2011

“A menos que uma crença seja mantida inabalável dia e noite, ela não pode ser usada para alcançar a vitória. Quando uma pessoa afirma que é inferior, desprezível e que tem muito pouco conhecimento, ela torna-se inferior, desprezível e seu conhecimento diminui. Nós nos tornamos aquilo que pensamos que somos. Nós somos os filhos de Deus Todo-Poderoso, dotados de supremo poder, glória e sabedoria. Somos filhos da Imortalidade. Devemos entender essa verdade fundamental e nos apegarmos a ela sempre. Quando vivemos nesse pensamento, como podemos ser inferiores e ignorantes? A cultura Bharathiya (Índia antiga) ordena a todos que acreditem que a verdadeira natureza do homem é suprema e que todos devem estar sempre conscientes dessa verdade.”

Sathya Sai Baba





---------------------------------------------------

Pensamento para o Dia 28/02/2011

“Religião significa "experiência" e nada menos. É realmente lamentável que muitas vezes esqueçamos esse fato importante. Esse segredo deve ser impresso no coração de cada um, e somente então pode haver proteção e segurança. É preciso também compreender que as coisas não podem ser alcançadas apenas por esforço próprio; a Vontade Divina é a base de tudo. Princípios religiosos devem ser praticados e sua validade experienciada. Ouvir sua exposição não tem qualquer utilidade; aprender um conjunto de argumentos e conclusões e repeti-los como papagaio não é suficiente. Se eles apelam para o seu intelecto e são aprovados por ele como corretos, isso não o ajudará de forma algum; isso deve transformá-lo.”

Sathya Sai Baba



sábado, 5 de fevereiro de 2011

A PROFECIA ECOLÓGICA-ESPIRITUAL DA MINHA AMIGA IEDA




QUANDO É QUE FINALMENTE ADMITIREMOS QUE TUDO ESTÁ INTERLIGADO: O SOCIAL, O NATURAL-ECOLÓGICO E O ESPIRITUAL?

Os recentes acontecimentos em diversos Estados me fez reprisar esse texto que criei já faz algum tempo.

No início da década de 80 decidi sair da casa de meu pai para ir morar sozinho. Um ano após da minha saída, por questões econômicas, mudei de endereço no mesmo bairro do Flamengo. O Flamengo é um bairro nobre da zona sul do Rio de Janeiro. Os aluguéis lá eram e ainda são caros. Então, encontrei uma saída econômica que era morar num quarto alugado próximo à praia. E a moradora, uma gaucha de uns 40 anos de idade, me sub-alocou um pequeno quarto confortável para mim e meu irmão mais velho. Ieda era (ou é ainda (?)) uma mulher de convicções firmes e muito simpática. Sempre sorridente, Ieda cativava a todos com sua coragem , força de vontade e fé no processo de superação de uma doença raríssima no mundo. Era muito comum vê-la dopada para suportar as dores dos pequenos nódulos que surgiam por todo o seu corpo.

Num belo dia ela me contou como ficou sabendo, com bastante antecedência, o caminho de sofrimento que teria que passar nessa vida terrena. Contou-me ela que seu avô havia planejado ir à praia (no Rio Grande do Sul onde ela morava quando pequena) com ela e um garotinho. E assim aconteceu. Saíram cedo com o objetivo de voltar um pouco mais tarde. Em dada hora, o avô percebendo que precisava fazer o lanche que levara forrou a areia com um pano e retirou da sacola uma melancia para repartir entre eles. Buscou na sacola uma faca e foi aí que percebeu que havia esquecido a mesma em casa. Por um instante ficou confuso com o fato de ter esquecido a faca. Tentou encontrar uma maneira de executar a ação. Foi aí que de repente surgiu do nada uma figura humana de um velhinho vestido todo de branco. Seus cabelos eram brancos e possuía uma grande barba branca também. O velhinho se aproximou disposto a ajudá-los. Ele fez um sinal da cruz sobre a melancia, e a melancia se repartiu milagrosamente em quatro pedaços. Após esse feito ele se apresentou como sendo Jesus Cristo. E em seguida orientou o avô dela para que não continuasse mais batendo na esposa. E quanto a ela, disse: “Você terá uma doença muito rara no mundo. Mas, não se preocupe porque é para seu próprio bem devido aos karmas adquiridos em outras vidas”. Após essa fala ele profetizou o que iria acontecer com o ser humano devido a sua ação destruidora da natureza. Ele afirmou: “Tudo o que o homem toma ou interfere na natureza provocará uma ação contrária fazendo com que surjam tempestades e todo tipo de catástrofes que envolvem a natureza. A natureza vai querer tudo de volta!”. E segundo minha amiga Ieda ele mencionou algumas cidades onde ocorreriam essas catástrofes (p.ex.: Santa Catarina, Rio de Janeiro etc).

E a partir dessa história contada por Ieda fiquei atento aos desastres naturais. E toda vez que acontece um desastre “natural” lembro-me de Ieda e do velhinho espiritual. Quando é que finalmente admitiremos que tudo está interligado: o social, o natural e o espiritual? Hoje, se discute quanto tempo temos (se é que temos) ainda para consertar os erros do passado e do presente. O mundo vive apreensivo sobre o destino da humanidade caso ações concretas não sejam realizadas a tempo para mudar o rumo da intervenção desastrosa da vida humana na Terra. Tudo será afetado: água, solo, subsolo, ar, florestas, cidades etc.: “O Sertão virará mar, e o mar virará Sertão” diz a música sertaneja. A conta desses desastres será paga por todos, principalmente os mais pobres e carentes de recursos. No COP-15, em Copenhague, se discutiu um acordo de como repartir as responsabilidades, ônus e bônus. Mas, não houve consenso de quanto cada um deverá investir e doar de si para salvar o planeta. Enquanto isso, continuamos poluindo, desmatando e destruindo o que resta ainda de original e sagrado ao nosso redor.

Bernardo Melgaço da Silva

Pensamento para o Dia 05/02/2011




“Não há necessidade de procurar a Verdade em qualquer outro lugar. Procure-a dentro de você: você é o milagre dos milagres. Tudo o que não está dentro de você não pode ser encontrado em qualquer lugar fora de você. O que é visível exteriormente a você é apenas um reflexo aproximado do que realmente está dentro de você! A crença antiga era a de que Deus (Easwara) governou o Mundo, estando fora dele. Os investigadores indianos puseram isso à prova através do Sadhana (disciplina espiritual) e revelaram que Deus estava e está no mundo e é dele. Essa é a primeira contribuição dos indianos para o mundo espiritual, de que Deus não é exterior ao homem, mas é a sua essência interior. Eles declararam que é impossível removê-Lo do coração onde Ele mesmo se instalou. Ele é o mesmo Atma do nosso Atma, a alma da nossa alma. Ele é a Realidade interna de cada um de nós!”

Sathya Sai Baba



Meu blog:

http://bernardomelgaco.blogspot.com/

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Pensamento para o Dia 26/01/2011




“Atualmente, as pessoas pensam erroneamente que a espiritualidade não tem relação com a vida mundana, e vice-versa. A Divindade verdadeira é uma combinação de espiritualidade e obrigações sociais. A unidade nacional e a harmonia social são baseadas em espiritualidade. É o Divino que une a espiritualidade e a existência social. O Criador e a Criação (Prakriti) estão intimamente associados um com o outro. Portanto, Deus não deve ser considerado como separado da Criação. Veja Deus no cosmos. Por exemplo, tome um copo de prata. Aquele que percebe a prata no copo, só pensa na base material e não na forma do copo. Aquele que o vê como um copo não pode notar que ele é feito de metal prateado. Só a pessoa que pode reconhecer prata e o copo pode reconhecer que é um copo de prata. Da mesma forma, sem Deus, não há criação. No entanto, a maioria das pessoas vê apenas a criação, muito poucos reconhecem que a criação é uma projeção do Criador. É essencial que todos os seres humanos percebam que sem Deus não pode haver cosmos.”

Sathya Sai Baba

domingo, 23 de janeiro de 2011

Pensamento para o Dia 23/01/2011




“Quando você atinge o controle dos sentidos, a purificação da mente, a concentração e o silêncio interior, o que inicialmente surgiu como uma necessidade lógica torna-se evidente mais tarde, na consciência purificada, como uma Vontade Positiva Permanente Impessoal (Prajnaanam Brahma). Através da prática incessante da Verdade, Retidão e Coragem, a Divindade em repouso no indivíduo será induzida a se manifestar na vida diária, transformando cada dia na alegria de amar verdadeiramente. Conheça a Suprema Realidade, respire-A. Banhe-se Nela. Viva Nela. Então Ela se torna tudo de você e você se torna completamente Divino.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Pensamento para o Dia 20/01/2011




“Para vocês se libertarem da sucessão de mortes, o único meio é "Conhecê-lO". Não se imaginem como pecadores, pois vocês são herdeiros da bem-aventurança (Ananda) eterna. Vocês são "imagens" de Deus. Vocês, por natureza, são sagrados, completos. Há um pecado maior de que chamá-los pecadores? Vocês desonram-se, difamando-se, quando aceitam o título de "pecadores". Ergam-se! Rejeitem o sentimento de que são o corpo. Não sejam enganados por essa idéia. Vocês são o Atma. São gotas do Néctar (Amrita) da Imortalidade que não reconhece começo ou fim. Todas as coisas materiais são seus escravos algemados, vocês não são escravos algemados delas.”

Sathya Sai Baba

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

QUER VENCER?

TEXTO RECEBIDO PELA INTERNET

QUER VENCER?


Quer vencer os desafios?- confie em DEUS!

Quer ser bom no que faz?- Pratique!

Quer alcançar o objetivo?- Jamais desista!

Quer crescer?- tenha raízes.

Quer ver resultados? Persevere.

Quer ser feliz?- esqueça o passado

Quer falar bem?- Escute melhor.

Quer aprender?-Persista em ler.

Quer realização pessoal?- Sirva!

Quer fazer diferença?-Pague o preço.

Aqueles que nada fazem e esperam algum tipo de vitória estão enganados.

A vitória é dos que lutam, dos que agem, dos que "saem do porto".

A vitória é dos que se arriscam para alcançar o alto da montanha.

Pensamento para o Dia 19/01/2011




“A mente não deve ficar vagando em todas as direções indiscriminadamente como uma mosca. A mosca vive na loja de doces e corre atrás dos carros de lixo; a mosca (mente) deve ser ensinada a perceber a doçura do primeiro lugar e a presença de impurezas no segundo lugar, de modo que não abandone a loja de doces e siga o caminhão de lixo. Quando tal ensinamento é transmitido para a mente, ele é chamado de meditação. Por outro lado, veja a abelha! Ela tem contato apenas com a doçura; ela se aproxima apenas das flores que possuem néctar; não é atraída por outros lugares; nunca vai até lá. Da mesma forma, você deve abandonar todos os apegos pela atração sensorial.”

Sathya Sai Baba

---------------------------



“As principais coisas a serem consideradas não são a que custo tem-se orado ao Senhor, ou o número de anos que se tem empenhado nisso, ou as regras e regulamentos que se segue, ou mesmo o número de vezes que se tem orado. As principais considerações são: com que disposição tem-se orado, com que grau de paciência tem-se esperado pelo resultado e com que disposição unificada tem-se implorado pela bem-aventurança Divina, independentemente da felicidade mundana e dos atrasos, sem cansaço e com uma atenção constante em si mesmo, em sua meditação e em suas tarefas atuais. Na medida do possível é necessário direcionar a mente para todas as coisas sagradas que produzem doçura e alegria associadas ao Senhor.”

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

ONU: deslizamento no RJ está entre 10 piores do mundo

Número de vítimas do desastre ultrapassou o de uma tragédia na China


Texto retirado da Internet: (http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/onu+deslizamento+no+rj+esta+entre+10+piores+do+mundo/n1237949681139.html)

O drama que assola a região serrana do Rio de Janeiro já está entre os dez piores deslizamentos do mundo nos últimos 111 anos. O número de vítimas do desastre ultrapassou o de uma tragédia na China que até então ocupava a décima posição no ranking da Organização das Nações Unidas (ONU) - ainda não atualizado. Além disso, o deslizamento desta semana já é o segundo maior do mundo no último ano e o terceiro maior da década.

Leia também:

• Rio já tem mais mortes por chuva do que todo o Brasil em 2010

• Chuvas causam maior tragédia natural do País em número de mortos

• Sobe número de mortos pelas chuvas no Rio

• Saiba onde fazer doações para as vítimas

• Entenda as causas da tragédia no Rio

• Tem informações? Envie ao Minha Notícia

• Especialista: mudança climática não é desculpa

Os dados fazem parte do banco de estatísticas do Centro para a Pesquisa da Epidemiologia de Desastres. A entidade com sede na Bélgica fornece os números oficiais da ONU para avaliar respostas a desastres naturais pelo mundo. Para especialistas, problemas semelhantes ao do Rio já vêm sendo registrados no Brasil há anos e as explicações estão na falta de vontade política e de investimentos.

O maior desastre relacionado a um deslizamento de terra aconteceu em 1949, na União Soviética, com 12 mil mortos. O segundo maior foi no Peru, em dezembro de 1941, e deixou 5 mil vítimas. Apesar da grande quantidade de água que desceu morro abaixo no Rio, especialistas brasileiros e a própria ONU classificam o fenômeno natural como deslizamento, e não enchente - que tecnicamente ocorre quando o nível de água de um rio sobe além do normal e destrói casas construídas nas margens. Isso também ocorreu, mas grande parte da destruição e das mortes foi causada pelos deslizamentos.

A tragédia no Rio também é o pior deslizamento de toda a história do Brasil. Ele superou em número de vítimas o registrado em 1967, em Caraguatatuba, quando 436 pessoas morreram. A tragédia desta semana é a segunda pior catástrofe climática do País - também em 1967, uma enchente no Rio matou 785 pessoas. No topo da lista está uma epidemia de meningite de 1974 em São Paulo, ainda contabilizada pela ONU como o maior desastre natural do País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.





Número de vítimas do desastre ultrapassou o de uma tragédia na China



Texto retirado da Internet: (http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/onu+deslizamento+no+rj+esta+entre+10+piores+do+mundo/n1237949681139.html)



O drama que assola a região serrana do Rio de Janeiro já está entre os dez piores deslizamentos do mundo nos últimos 111 anos. O número de vítimas do desastre ultrapassou o de uma tragédia na China que até então ocupava a décima posição no ranking da Organização das Nações Unidas (ONU) - ainda não atualizado. Além disso, o deslizamento desta semana já é o segundo maior do mundo no último ano e o terceiro maior da década.

Leia também:

• Rio já tem mais mortes por chuva do que todo o Brasil em 2010

• Chuvas causam maior tragédia natural do País em número de mortos

• Sobe número de mortos pelas chuvas no Rio

• Saiba onde fazer doações para as vítimas

• Entenda as causas da tragédia no Rio

• Tem informações? Envie ao Minha Notícia

• Especialista: mudança climática não é desculpa

Os dados fazem parte do banco de estatísticas do Centro para a Pesquisa da Epidemiologia de Desastres. A entidade com sede na Bélgica fornece os números oficiais da ONU para avaliar respostas a desastres naturais pelo mundo. Para especialistas, problemas semelhantes ao do Rio já vêm sendo registrados no Brasil há anos e as explicações estão na falta de vontade política e de investimentos.



O maior desastre relacionado a um deslizamento de terra aconteceu em 1949, na União Soviética, com 12 mil mortos. O segundo maior foi no Peru, em dezembro de 1941, e deixou 5 mil vítimas. Apesar da grande quantidade de água que desceu morro abaixo no Rio, especialistas brasileiros e a própria ONU classificam o fenômeno natural como deslizamento, e não enchente - que tecnicamente ocorre quando o nível de água de um rio sobe além do normal e destrói casas construídas nas margens. Isso também ocorreu, mas grande parte da destruição e das mortes foi causada pelos deslizamentos.



A tragédia no Rio também é o pior deslizamento de toda a história do Brasil. Ele superou em número de vítimas o registrado em 1967, em Caraguatatuba, quando 436 pessoas morreram. A tragédia desta semana é a segunda pior catástrofe climática do País - também em 1967, uma enchente no Rio matou 785 pessoas. No topo da lista está uma epidemia de meningite de 1974 em São Paulo, ainda contabilizada pela ONU como o maior desastre natural do País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Pensamento para o Dia 14/01/2011



“Eu realmente fico cheio de alegria quando vejo pessoas que fortemente se envolvem em trabalho árduo e sacrificam seus confortos pessoais para fazer os outros felizes. O que o mundo precisa é de trabalho feito com esse espírito. Cada um de vocês tem a divindade incorporada em si, assim como verdade e doçura. Apenas vocês não sabem como manifestar tal Divindade, como perceber tal Verdade, como saborear tal Doçura. Coragem é a tônica para conseguir saúde e força física e mental. Abandone a hesitação, a dúvida e o medo. Não dê nenhuma chance para esses sentimentos criarem raiz em sua mente. Por meio da força divina interior com a qual você está equipado, você pode conseguir qualquer coisa, pode até se tornar Deus (Maadhava).”

Sathya Sai Baba

------------------------------



“Todos necessitam de concentração unifocada. Para desenvolver a capacidade de concentração, esportes e jogos são muito importantes. Eles servem para promover o condicionamento físico e saúde mental. Jogos e esportes devem ser praticados, principalmente para manter o corpo em bom estado. Juntamente com a manutenção do corpo em forma, é igualmente essencial promover a pureza da mente e desenvolver a generosidade. A verdadeira natureza humana desabrocha somente quando o corpo, a mente e o espírito são desenvolvidos de forma harmoniosa. O entusiasmo e o esforço que as pessoas mostram no esporte também devem ser manifestados na esfera da moralidade e da espiritualidade. Você deve esforçar-se para experimentar a divindade que permeia a cultura sagrada da Índia Antiga (Bhaarath). Que todas as pessoas sejam felizes ("Samastha Bhavanthu Sukhino Lokaah!") é o lema abençoador de Bhaarath.”

Sathya Sai Baba

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Desastre na Região Serrana foi maior devido à ocupação irregular do solo




(http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/01/12/desastre-na-regiao-serrana-foi-maior-devido-ocupacao-irregular-do-solo-923492191.asp)



RIO - A chuva torrencial não é a única culpada pelo cenário avassalador da Região Serrana. Parte da tragédia deve ser atribuída à inércia de autoridades, que não investem no diagnóstico de áreas mais suscetíveis a tragédias ambientais, tampouco na retirada da população de regiões de risco. Esta é a opinião de Ana Luiza Coelho Netto, do Instituto de Geociências da UFRJ. De acordo com a pesquisadora, a vulnerabilidade de municípios como Petrópolis e Teresópolis é, há muito, conhecida, dada a sua localização, a frágil composição do solo e, principalmente, o modo irregular como foram ocupados por ricos e pobres.



Climatempo prevê mais chuva para Região Serrana



Para Ana Luiza, um dos exemplos mais notórios da falta de planejamento urbano da região é o bairro Caleme, em Teresópolis, localizado em um vale na estrada para Itaipava, um dos mais atingidos.



- Os deslizamentos convergem da encosta íngreme para o fundo do vale - explica. - Os rios serão a rota principal dessas avalanches na descida. Essas áreas jamais deveriam ser ocupadas. Existe uma ausência total de planejamento urbano, que perceba ou leve a sério fenômenos já esperados.



Na descida, os sedimentos tornam a água mais densa, aumentando a sua capacidade de destruição. A corrente ganha força para transportar objetos cada vez mais pesados, como troncos de árvores e blocos de detritos.



Desmatamento é problema grave

Segundo Ana Luiza, a maioria das prefeituras, se perguntada, afirmará ter mapa de risco. A metodologia desses trabalhos, porém, não raro é pouco confiável, e os cálculos são feitos sobre dados incompletos ou desatualizados.



- É só ver o tamanho do desastre. É impossível que um mapa de diagnóstico não tenha observado fatores de risco tão óbvios - condena.



Um dos ingredientes do desastre é o desmatamento. Solos montanhosos são especialmente vulneráveis. Mas, se ocupados por uma floresta conservada, a vegetação leva proteção às encostas. Não é o caso de boa parte da área atingida, onde o verde deu lugar a casas.



- Se existem áreas com escarpas rochosas e solo muito fino, como é característico das áreas montanhosas, será difícil impedir o estrago - lamenta a pesquisadora. - A água da chuva penetra pela fratura das rochas e a pressão a faz sair dali com muita potência, iniciando o deslizamento. A falta de drenagem, uma falha que deve ser comum naquela área, só aumenta o potencial de destruição, independentemente de haverem comunidades ou mansões no caminho.



Outro fator de risco, este natural, é a localização das cidades afetadas. Petrópolis e Teresópolis estão no topo da Serra do Mar - uma cadeia montanhosa que se estende de Santa Catarina ao Espírito Santo. Esta geografia é especialmente propícia à formação de chuvas. Ao se afastar da superfície, as massas de ar frio, densas e pesadas, deparam-se com aquela barreira e tendem a subir. Enquanto cumprem este trajeto, elas condensam e comportam menos umidade.



- A massa atinge a saturação e, assim, provoca chuvas - explica Ana Luiza. - É por isso que a serra, especialmente em seu trecho voltado para o mar, tem índice pluviométrico maior do que o registrado na Baixada Fluminense, por exemplo.



A Baixada, porém, não está livre das agruras registradas no topo da serra. As chuvas intensas descem e podem provocar inundações em localidades de Duque de Caxias, além de novos deslizamentos de encostas.



Quanto mais gente, mais risco



A sucessão de catástrofes no início do ano passado - Angra dos Reis em janeiro, Rio e Niterói em abril - mostra como a força das chuvas de verão é previsível. Ainda assim, só agora as cidades têm se mobilizado para fazer o levantamento de seus terrenos mais vulneráveis. Um trabalho semelhante é realizado pelo engenheiro geotécnico da Coppe Willy Lacerda, coordenador do Instituto Nacional de Reabilitação de Encostas e Planícies.



- Elaboramos mapas de suscetibilidade das encostas usando estudos de diversas áreas, como geologia e geotecnia - assinala. - A esse levantamento nós sobrepomos o mapa habitacional. Quanto maior a presença humana, maior o risco. Finalmente, depois de muito insistirmos, os governos têm se interessado por esse cálculo.



As autoridades terão de ser insistentes. Primeiro, porque todas as encostas na Serra do Mar são vulneráveis. Qualquer área dali que receba chuva forte por quatro dias, como já ocorre na Região Serrana, tende a desabar. Sendo assim, o manejo populacional, de acordo com Lacerda, é "inevitável".



- A ocupação irregular extrai a cobertura vegetal, desvia o curso das águas, ocupa os canais e arma o palco para a tragédia - destaca. - Não há uma solução definitiva sem um projeto que se estenda por, no mínimo, dez anos.