Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

terça-feira, 11 de março de 2008

HOMENAGEM A SÃO FRANCISCO DE ASSIS: PAI, ILUMINE NOSSOS PASSOS


Senhor, colocaste Seus filhos aqui nesse pedaço de terra e cosmos. E o que eles aprenderam? Aprendemos a negar o outro, a competir com o outro, a ver o outro como cliente ou inimigo. Aprendemos muita coisa e desaprendemos o que deveria ser essencial: amarmos uns aos outros. O caminho foi longo cheio de enganos e desvios. Por todos os lados Seus filhos lutam pelo poder e supremacia sobre os demais. Em nome de uma verdade técnica, ideológica ou religiosa acabam se estranhando. Formamos feudos de interesses e negócios. A aproximação só se dá se há um interesse na relação! Muitos de nós não aceita que viemos do todo holístico da Sua Consciência Cósmica-Amorosa. Preferimos outras concepções onde o homem só faz sentido se lutar e diminuir o seu semelhante na escalada do sucesso material, técnico e ideológico. De nada adiantou as boas referências humanas que deixastes no caminho. A memória humana é fraca e volátil. Somos seres errantes e vulneráveis. Somos seres de pequenas grandezas e imensas falhas. Poucos são aqueles que conseguem se superar e inverter essa condição. O que vale é ser mais competitivo e intolerante. O que vale é ter mais razão e ser menos a intuição. Preferimos o instinto do que compreendermos as leis que governam o Seu universo; preferimos viver na escuridão e barulho mental das nossas crenças infundadas do que aprendermos a ouvir o silêncio da Sua Luz-Revelação; preferimos a morte da degradação do que a vida da superação. Somos escravos de nossas fraquezas. Estamos hipnotizados pelos nossos modelos e processos destrutivos. Acreditamos no terrível teatro do conflito do que na mágica maravilhosa do encontro irmão. Esquecemos a Sua Presença Divina e só lembramos das nossas identidades-necessidades egoístas.
Pai, por tudo isso ilumina nossos passos. E nos dê a consciência holística para que possamos de uma vez por toda compreender as conexões sutis das partes na formação do todo real subjacente. Eu sei que Tu habitas nas camadas profundas da nossa existência - a espera de um passo em Sua direção! Faça de nós sua Verdade nos dando sabedoria e paz interior. Vejo o mundo sem referências perdido nas invenções e projeções vazias de significado e valor. Assim, cria em nós um coração amante e sábio; faça de Seu Verbo a luz da nossa compreensão; faça com que sejamos homens de verdade e não apenas seres errantes em busca de prazeres e poderes materiais ou políticos. Creio, que a melhor maneira de Te ouvir é amar os Seus ensinamentos e praticá-los com fé e sinceridade. Faça de nossa consciência um canal de luz e verdade. Mas, por favor não nos deixe cair em tentação. E livra-nos do mal e de toda inverdade e difamação. E não permita que de nossas bocas pronunciemos acusações vãs. E que a Sua Justiça seja feita contra a nossa própria vontade para que possamos nos libertar do mal que é a nossa fraqueza e intolerância humana.
Pai, por favor ilumine nossas consciências e oriente nossos passos nessa estrada longa da vida. Ajuda-me a amar meus inimigos e vê-los como irmãos. Retire de nós o véu da ignorância e insensatez. Mostre-nos o caminho da Verdade e da Compaixão. Perdoe-nos dando a cada um o mérito da conquista na travessia difícil no mar da ilusão humana. Toque-nos com maestria e faça-nos acordar desse sono eterno. Cegue-me com sua Luz-Verdade e ressuscite a minha visão de Ti. Amém!
OBS.: Assista o filme FRANCESCO e ore por todos nós!
Prof. Bernardo Melgaço da Silva

Nenhum comentário: