Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

quinta-feira, 27 de junho de 2013

ÉTICA E ESPIRITUALIDADE: EXISTEM OUTRAS CIVILIZAÇÕES MAIS AVANÇADAS DO QUE A NOSSA?

Eu acredito que uma grande parte da população mundial tem histórias inexplicáveis para contar. Mas, por que essas pessoas, na maioria das vezes, guardam para si e nada contam com receio de serem ridicularizadas no seu meio social, científico e religioso? Elas tem medo de não serem aceitas ou serem rotuladas como loucas. Por isso, poucos são aqueles que vem a publico e contam, mas isso não modifica o nosso comportamento ético e espiritual, enquanto sociedade. Eu acredito que todo ser humano tem uma história pessoal íntima que reserva para si. E quem não tem uma história para contar passou pela vida e não viveu de fato. Desde de 1988 me deparei com essa situação ao vivenciar algo extraordinário em minha vida pessoal interior. E logo tentei contar para os que estavam mais próximos de mim. E fui incompreendido pela maioria dos meus professores, dos meus amigos e da minha própria família. A maioria deles acharam que eu tinha surtado! Mas, graças a Deus um professor da universidade, onde eu fazia o mestrado em 1988, acreditou em mim. E assim, pude mudar de tema de pesquisa e falar sobre o que estava acontecendo comigo de tão extraordinário. O interessante foi o fato de que a partir desse momento extraordinário comecei a ficar mais atento as histórias de outras pessoas conhecidas e desconhecidas. E nesse processo de investigação da realidade oculta percebi a variedade de fenômenos inexplicáveis acontecendo ao meu redor. Eu me encontrei com várias pessoas que se abriram para mim e contaram suas histórias. Todas elas fantásticas - inexplicáveis! Foram muitas que perceberam que eu não ia julgá-las, então ficaram a vontade para contar. E uma delas me chamou minha atenção porque era um testemunho de um senhor (uns 70 anos de idade) que fez contato com um extraterrestre (parecido como nós!) no Rio de Janeiro. Esse senhor morava com uma senhora quase da mesma idade, em Niterói-RJ. Ele havia me convidado para ir na casa dele para que eu contasse a minha história pela minha própria boca (porque ele tinha ouvido a minha história através de uma amiga e também aluna, minha companheira de sala de aula na universidade). Depois que eu contei a minha história para ele, o senhor idoso me disse: "eu acredito em você. Você vai acreditar na minha história?". Eu disse: "conte!". E ele narrou como foi o contato, a viagem e o passeio que ele fez dentro de um disco voador em outro sistema solar. O que de importante o extraterrestre falou para ele? O extraterrestre disse que nossa civilização humana ainda era muito atrasada, pois no planeta dele não havia nenhuma violência e que os valores éticos-espirituais deles eram diferentes dos nossos. Em outras ocasiões ouvi relatos de pessoas (meu compadre p.ex.:) teriam vistos discos voadores e alguns fizeram contatos com eles. A pergunta que de um modo geral se faz, principalmente, os cientistas é: "por que eles aparecem para uns e não aparece para uma grande população e na mídia?". O fato é que não há interesse político, científico e nem militar que esses fatos sejam revelados para a população. A população fica refém das explicações científicas e religiosas de nossa origem e inserção nesse planeta e cosmo gigantesco com bilhões de estrelas e galáxias. Eu não tenho dúvidas da existência de seres humanos extraterrestres (alguns deles se misturam entre nós) mais evoluído tecnologicamente, cientificamente e espiritualmente. Existe uma coleção de videos EXTRATERRESTRES ENTRE NÓS com fotos, entrevistas de cientistas, policiais, ex-agentes da CIA (polícia secreta americana), filmes (um deles na Russia durante um show) onde eles foram filmados. No link abaixo vocês poderão assistir as investigações de fenômenos inexplicáveis em várias partes do nosso mundo.
http://www.youtube.com/watch?v=Eskx36cnWV8

Nenhum comentário: