Google+ Followers

porque convergimos e integramos com AMOR, VERDADE, RETIDÃO, PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

dedicamos este espaço a todos que estão na busca de agregar idéias sobre a condição humana no mundo contemporâneo, através de uma perspectiva holística, cujos saberes oriundos da filosofia, ciência e espiritualidade nunca são divergentes; pelo contrário exige-nos uma postura convergente àquilo que nos move ao conhecimento do homem e das coisas.
Acredito que quanto mais profundos estivermos em nossas buscas de respostas da consciência melhor será para alcançarmos níveis de entendimento de quem somos nós e qual o propósito que precisaremos dar as nossas consciências e energias objetivas e sutis para se cumprir o projeto de realização holística, feliz, transcendente, consciente e Amorosa.

"Trata-se do sentido da unidade das coisas: homem e natureza, consciência e matéria, interioridade e exterioridade, sujeito e objeto; em suma, a percepção de que tudo isso pode ser reconciliado. Na verdade, nunca aceitei sua separatividade, e minha vida - particular e profissional - foi dedicada a explorar sua unidade numa odisseia espiritual". Renée Weber

PORTANTO, CONVERGIR E INTEGRAR TUDO - TUDO MESMO! NAS TRÊS DIMENSÕES:ESPIRITUAL-SOCIAL-ECOLÓGICO

O cientista (psicólogo e reitor da Universidade Holística - UNIPAZ) PIERRE WEIL (1989) aponta os seguintes elementos para a falta de convergência e integração da consciência humana em geral: "A filosofia afastou-se da tradição, a ciência abandonou a filosofia; nesse movimento, a sabedoria dissociou-se do amor e a razão deixou a sabedoria, divorciando-se do coração que ela já não escuta. A ciência tornou-se tecnologia fria, sem nenhuma ética. É essa a mentalidade que rege nossas escolas e universidades"(p.35).

"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo" Albert Einstein

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

pensamentos para o dia....




Pensamento para o Dia 25/10/2010

“Quando a pessoa que está presa confia em quem está livre, ela pode livrar-se de seus vínculos e movimentar-se livremente. A pessoa que está em profunda tristeza deve procurar refúgio naquele que está flutuando na bem-aventurança espiritual (Ananda), cheio de alegria. A escravidão mergulha a pessoa na tristeza; o Senhor é a total Bem-aventurança personificada. Portanto, a pessoa pode ser completamente curada da dor somente recorrendo à fonte inesgotável de deleite, o Senhor. E o que exatamente é a libertação (Moksha)? É a libertação do sofrimento, a ausência de dor e a realização da bem-aventurança espiritual (Ananda-Praapti). O Ser Supremo, o soberano Senhor, é a personificação da doçura indivisível (Rasa), a casa do tesouro da Bem-aventurança (Ananda Nilaya). Assim, aqueles que buscam e asseguram Sua Graça obtêm a própria eternidade.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 24/10/2010

“Aqueles que estão concentrados nos prazeres sensoriais passam seus dias em preocupação, ansiedade, angústia, dor e lágrimas, por um longo período da vida; eles se desenvolvem como pássaros e bestas. Comem boa comida e a jogam fora como lixo. Essa é a vida sem propósito que a maioria das pessoas leva. Você pode chamar esse processo de viver? Um número enorme de seres vivos existe na terra. Viver não é suficiente. Isso não tem valor por si só, para si mesmo. Pode-se considerar-se vivo somente se as motivações, os sentimentos, os pensamentos, as atitudes que incitam a pessoa revelarem as qualidades divinas internas.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 23/10/2010

“Cada um de vocês necessita de fé em si mesmo mais do que da maioria das outras qualidades. A ausência de auto-confiança marca o início de nossa decadência. Atualmente, o mundo está à beira da ruína e do desastre porque as pessoas perderam a confiança em si mesmas. A auto-confiança é a única capaz de conceder paz e prosperidade para cada pessoa. Se você cultivar a auto-confiança, receberá afeição em todos os lugares. Você será homenageado em todos os lugares. Tudo o que você tocar se tornará de ouro!”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 22/10/2010

“Libertação é a realização da consciência, é unir-se ao Divino. Cada um e cada ser vivo deve atingir essa consumação, esse objetivo, o Brahman. Esse é seu verdadeiro destino. Mais cedo ou mais tarde, a ânsia de ganhar liberação das amarras da tristeza e da alegria, dos laços de "eu" e "meu" vai despertar e emergir. Então, o caminho tomado conduz inevitavelmente à libertação (Moksha). A busca pelo caminho é o sinal da pessoa inteligente. Em vez dessa busca, quando uma pessoa considera o mundo objetivo como completamente importante e se sente atraída por seu charme, a vida torna-se estéril e sem nenhum significado.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 21/10/2010

“Olhos que vêem o mal, orelhas que gostam do mal, língua que almeja o mal, nariz que desfruta do erro e mãos que se deleitam com o mal—isso deve ser totalmente evitado. Quem quer que possua qualquer dessas características deve corrigi-las imediatamente. Ou seu futuro está fadado a ser desastroso. Os erros dos cinco sentidos (Indriyas) resultarão na destruição dos cinco tipos de energia vital (Pranas) e na morte das cinco camadas sutis (Koshas). Naturalmente, os sentidos fornecem prazer e alegria momentâneos, mas, como diz o ditado, "a senilidade está à espreita." Prazeres sensuais resultam em grande pesar muito em breve.”

Sathya Sai Baba



Pensamento para o Dia 20/10/2010

“É uma ocorrência bastante comum que as histórias do Divino sejam narradas e ouvidas por grupos de até milhares de pessoas. Mas a Sabedoria (Jnana) só pode ser alcançada colocando fé absoluta no que se ouve. Essa fé deve resultar em uma mente limpa e um coração puro. Quem escuta a narrativa do Senhor e absorve seu néctar com o coração borbulhando, ansiando pelo Divino e com fé inabalável em Deus, alcança uma alegria constante e a auto-realização. Isso está além do reino da dúvida.”

Sathya Sai Baba

Nenhum comentário: